Estudo sobre os evangelhos

Click here to load reader

  • date post

    05-Jul-2015
  • Category

    Spiritual

  • view

    4.275
  • download

    3

Embed Size (px)

Transcript of Estudo sobre os evangelhos

  • 1. Evangelhos

2. Captulo IIntroduo aos Evangelhos 3. EvangelhosDefinio: A palavra Evangelho deriva do grego, formada pela unio de dois termos: eu que quer dizer boa anguelia que significamensagem, nova, notcia. Podemos definir a palavra Evangelhocomo as Boas Novas, Boas Notcias. 4. Evangelhos (Como se estuda ?) A Bblia pode ser estudada de duasformas: Sistemtica e Cronolgica. Sistemtica: As doutrinas bblicas, socolocadas em um sistema ordenado,catalogadas de forma coerente para quepossam ser melhores compreendidas. Cronolgica: Os acontecimentos soapresentados na ordem em queaconteceram de fato. 5. Evangelhos(Sinpticos) O termo sinptico derivado do grego e quer dizer viso conjunta.Ele atribudo ao conjunto dos trs primeiros Evangelhos: Mateus,Marcos e Lucas, justamente porque nestes livros h umasemelhana, ou uma viso conjunta sobre os fatos histricos. O Evangelho Segundo Joo no incluso no sinptico, apesar deser considerado um Evangelho, porque sua abordagem do pontode vista divino de Jesus. Joo d mais nfase ao Jesus divino queao Jesus histrico, como o fazem os sinpticos. Sinptico um termo teolgico, voc no o encontrar na Bblia. Por se tratar de registro dos mesmos episdios, devemos buscar asinformaes contidas nos trs registros, assim teremos uma visoampla da situao de acordo com todos os pontos de vista. 6. Evangelhos(Correlao)A CORRELAO entre os Evangelhos acontece quanto se visualiza todos os dados disponveis de uma s vez, construindo assim um quadro completo do que aconteceu.Exemplo: A mulher citada em Mateus 26.7 Maria, irm de Lzaro, se olharmos tambm para Joo 12.3; 7. Evangelhos(Comparao) O EvangelhoAs Epstolas1 - Escritos para toda a 1 - Escritas para igrejas e humanidade, indivduos,2 - Anuncia as Boas Novas2 - Apresentam solues de Cristo Jesus,de problemas, ou respostas dvidas doutrinrias das primeiras comunidades crists,3 - Seu teor mais3 - Seu teor mais histrico que doutrinador.doutrinador que histrico. 8. Evangelhos(Jesus Cristo) Os evangelhos foram escritos pelos discpulos do Senhor Jesus. Os nomes dos Evangelhos esto relacionados aos nomes dos escritores que osescreveram. Apenas dois, dentre os quatro escritores dos Evangelhos, tiveram contato diretocom o Senhor Jesus. Mateus (Mt 9.9) e Joo (Jo 21.20-25).Lucas (Cl 4.14). Aparece depois, junto ao Apstolo Paulo numa viagem missionria.Marcos (Mc 14.50-52). H quem acredite que ele seria aquele moo que correra nu na noite que o Senhor fora trado (Mc 14.50-52). Os escritos de Lucas e Marcos no perdem sua credibilidade, inclusive desde muito cedo, foram aceitos pela igreja primitiva como inspirados pelo Esprito Santo (II Tm 3.16,17). 9. Evangelhos (Viso de Ezequiel) Esta sntese relacionada viso dos rostos descrita por Ezequiel (Ezequiel 1.10) 10. Evangelhos(Sntese de Mateus)O 1 ser vivente semelhante a um leo (rei dos animais).O livro de Mateus considerado o Evangelho do Rei.Escreveu para os judeus, primeiramente escrito em hebraico ouaramaico, por isso cita muitas vezes o Antigo Testamento.Enfatiza os sermes de Jesus.Tem caracterstica proftica.Mateus [1:1] Livro da gerao de Jesus Cristo, filho de Davi, filho de Abrao.Essa declarao liga as duas mais importantes alianas do AntigoTestamento (Davi- soberania, trono e Abrao promessa). 11. Evangelhos (Sntese de Marcos)O 2 ser vivente semelhante a um novilho, um boi (animal que serve).O livro de Marcos considerado o Evangelho do Servo de Deus.Escreveu para os romanos, muitos eruditos afirmam que foi escrito emRoma.Enfatiza os milagres de Jesus.Tem caracterstica prtica Marcos [10:45] = Porque o Filho do homem tambm no veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate de muitos. Jesus visto como um poderoso obreiro. Apresenta mais aes quepalavras. 12. Evangelhos (Sntese de Lucas)O 3 ser vivente tem o rosto como de um homem.O livro de Lucas considerado o Evangelho do Filho do Homem.Escreveu para os gregos, foi endereado para um amigo, grego, denome Tefilo (significa amado de Deus).Enfatiza as parbolas de Jesus.Tem caracterstica histrica Lucas [6:5] = E dizia-lhes: O Filho do homem Senhor at do sbado.O Homem perfeito, a nfase est na perfeio de sua humanidade. 13. Evangelhos(Sntese de Joo)O 4 ser vivente semelhante guia quando voa (animal dos ares).O livro de Joo considerado o Evangelho do Filho de Deus.Escreveu para a igreja, de feso a fim de combater os erros dognosticismo, quanto divindade de Cristo.Enfatiza a divindade de Jesus.Tem caracterstica espiritualJoo [20:30] Jesus, pois, operou tambm em presena de seus discpulos muitos outros sinais, que no esto escritos neste livro. [20:31] Estes, porm, foram escritos para que creiais que Jesus o Cristo, o Filhode Deus, e para que, crendo, tenhais vida em seu nome.Somente Joo fala do 1 ano de ministrio (Cap.2 e 4), relata os grandesensinos (novo nascimento, gua viva, po da vida, bom pastor, luz domundo...) e revela o propsito de Cristo na ltima ceia (Cap. 13 a 16). 14. ComparativoEvangelho Escrito Figura Para nfaseCaractersticaMateus60 d.CReiJudeus Sermes Jesus ProfticaMarcos55 65 d.C ServoRomanosMilagresPrticaLucas 60 63 d.C Filho do Homem Gregos Parbolas HistricaJoo80-95 d.C Filho de DeusIgreja Divindade Espiritual Esta sntese relacionada viso dos rostos descrita por Ezequiel (Ezequiel 1.10) Mateus MarcosLucasJoo 15. Evangelhos (Concluso) Nos Evangelhos encontramos vrios estilos de documentos: doutrinrios, histricos e biogrficos. Eles podem ser consideradosum resumo da vida (biografia) de Cristo, possuindo assim um teor mais histrico que doutrinrio.Os Evangelhos foram escritos para que creiamos no Cristo. No temcomo objetivo ser usados como dissertao sobre tratadocientfico, poltico, comercial, etc.Voltemos essncia deste Sagrado Evangelho! 16. Captulo IIA Cultura nos Evangelhos 17. A Cultura nos EvangelhosA Hermenutica afirma que Deusfala aos homens, atravs doshomens em contextos especficos.Conhecer o contextohistrico, geogrfico e cultural dos evangelhos, permite melhor interpret-los. 18. A Cultura nos Evangelhos - Poltica Judeus estavam sob o julgo romano, e julgar suasquestes religiosas atravs do SINDRIO, no exerciama pena capital, mas castigavam com as famosasquarenta chibatadas menos uma (Jo 18.31). Romanos tributavam os judeus atravs dosPUBLICANOS. Quatro lnguas eram faladas: o latim, o grego, ohebraico e o aramaico. Cada uma destas lnguas tinhauma razo de ser e eram ouvidas pelo povo emdeterminada circunstncia. 19. A Cultura nos Evangelhos - Lnguas 4 lnguas eram faladas:O latim era a lngua do imprio dominante na poca, falada pelos soldados romanos, e pelos romanos, por isso era uma lngua importante e que tinha sua razo de ser e existir na Palestina.O grego era a lngua culta, a lngua universal, seria o equivalente ao ingls hoje, uma lngua que serve de padro para as comunicaes internacionais. No era a lngua que a plebe falava.O hebraico era a lngua me dos judeus, mais religiosa que popular, ou seja, era mais usada no templo do que no dia-a-dia na comunicao entre as pessoas.O aramaico era a lngua popular da Palestina, os judeus passaram a fal-la aps o cativeiro babilnico quando ficaram por setenta anos no cativeiro (Jr 25.11). 20. A Cultura nos Evangelhos - Infra-estrutura Roma recebia os impostos de todas asregies do imprio (Mt 22.17-22). Impostos que manter o imprio e seuexrcito e para financiar obras pblicas.(inclusive as estradas). Curiosidade: A rede de estradas principaisconstrudas pelos romanos era de 80.000quilmetros de estradas primrias e 38.000de estradas secundrias. 21. A Cultura nos Evangelhos Crenas Eram monotestas - aps a destruio de Jerusalm em 586,justamente em conseqncia da idolatria dos judeus(II Cr 36.14-16). Os Pagos adoravam tudo o que achava no direito, erampolitestas. Eles possuam um deus para cada ocasio, As liturgias pags eram verdadeiras orgias, durante os cultoshavia relaes sexuais entre os sacerdotes, sacerdotisas e osofertantes. Na cidade de Corinto havia um templo a Afrodite(Vnus) deusa do amor sensual com mais de mil prostitutascultuais para satisfazerem os adoradores, tanto que onome corintianizar estava relacionado a entregar-se aprostituio. 22. A Cultura nos Evangelhos Instituies e facesO Sindrio A Sinagoga O Templo 23. A Cultura nos Evangelhos Instituies O Sindrio Era o conclio supremo que regia as questes religiosas dosjudeus, Procurava assemelhar-se ao grupo de ancios que foraformado por Moiss para que o ajudasse no julgamento dopovo (Ex 18.25), Formado por setenta ou setenta e um homens dependendode como era feita a contagem. No podia decretar a penacapital (isto cabia ao Imprio Romano) por isso que levaram oSenhor Jesus diante de Pilatos o representante do ImprioRomano (Jo 18.31), a maior pena que aplicavam era aquarentena de aoites menos um (II Co 11.24). 24. A Cultura nos Evangelhos Instituies As Sinagogas Surgiram durante o cativeiro babilnico para suprir a falta doTemplo que fora destrudo, Era uma instituio com a finalidade de instruir os judeus emsua religio, Ela poderia ser constituda em qualquer lugar; prova disso que na maioria das cidades que Paulo visitou em suasviagens missionrias ele encontrou uma sinagoga para queali pregasse (At 13.14;17.1,2). 25. A Cultura nos Evangelhos Instituies O Templo Lugar aonde os judeus iam para oferecersacrifcio, e acabou virando lugar de comrcio eeste comportamento fora condenado peloSenhor (Jo 2.13-16). O Templo descrito nos evangelhos era o mesmoreconstrudo aps o retorno do cativeiro (536a.C). 26. A Cultura nos Evangelhos FacesOs Fariseus Eram populares, a mais influente seita da poca dos Evangelhos,tanto que Paulo antes de sua converso pertencia a esta seitajudaica (Fp 3.5; At 23.6). Dominavam as sinagogas, este era um dos motivos de Paulo terfacilidade para falar s sinagogas (At 13.14ss;17.1,2), Eram tradicionalistas e hipcritas, e foram duramente criticado peloSenhor (Mt 23). Mais apegados a tradio oral que a letra da lei. Seu nome deriva-se do hebraico farash que quer dizer SE