UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO ... Esta análise permitiu rastrear o enriquecimento dos...

Click here to load reader

  • date post

    14-Mar-2020
  • Category

    Documents

  • view

    0
  • download

    0

Embed Size (px)

Transcript of UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO ... Esta análise permitiu rastrear o enriquecimento dos...

  • UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO

    FACULDADE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS DE RIBEIRÃO PRETO

    Seleção, caracterização parcial e produção de fragmentos de

    anticorpos recombinantes humanos anti-glicopeptídeos miméticos

    de mucinas tumorais e α-distroglicana, por Phage Display

    Thais Canassa De Leo

    Ribeirão Preto

    2017

  • UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO

    FACULDADE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS DE RIBEIRÃO PRETO

    Seleção, caracterização parcial e produção de fragmentos de

    anticorpos recombinantes humanos anti-glicopeptídeos miméticos

    de mucinas tumorais e α-distroglicana, por Phage Display

    Versão corrigida da Dissertação de Mestrado apresentada ao Programa de Pós-

    Graduação em Biociências Aplicadas à Farmácia no dia 23/01/2018. A versão original

    encontra-se disponível na Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão

    Preto/USP

    Ribeirão Preto

    2017

    Dissertação de Mestrado apresentada ao Programa de Pós-Graduação em Biociências Aplicadas à Farmácia para obtenção do Título de Mestre em Ciências Área de Concentração: Biociências Aplicadas à Farmácia. Orientada: Thais Canassa De Leo

    Orientador: Prof. Dr. Marcelo Dias Baruffi

  • AUTORIZO A REPRODUÇÃO E DIVULGAÇÃO TOTAL OU PARCIAL DESTE TRABALHO, POR QUALQUER MEIO CONVENCIONAL OU ELETRÔNICO, PARA FINS DE ESTUDO E PESQUISA, DESDE QUE CITADA A FONTE.

    Canassa De Leo, Thais

    Seleção, caracterização parcial e produção de fragmentos

    de anticorpos recombinantes humanos anti-glicopeptídeos

    miméticos de mucinas tumorais e α-distroglicana, por Phage

    Display. Ribeirão Preto, 2017.

    89p. : il. ; 30cm.

    Dissertação de Mestrado, apresentada à Faculdade de Ciências

    Farmacêuticas de Ribeirão Preto/USP – Área de concentração:

    Biociências Aplicadas à Farmácia.

    Orientador: Dias Baruffi, Marcelo.

    1. Phage Display. 2. Mucinas. 3. Fragmentos de anticorpos.

  • FOLHA DE APROVAÇÃO

    Nome do aluno: Thais Canassa De Leo

    Título do trabalho: Seleção, caracterização parcial e produção de fragmentos de

    anticorpos recombinantes humanos anti-glicopeptídeos miméticos de mucinas

    tumorais e α-distroglicana, por Phage Display

    Aprovado em:

    Banca Examinadora

    Prof. Dr. ____________________________________________________________

    Instituição: _____________________________ Assinatura:____________________

    Prof. Dr. ____________________________________________________________

    Instituição: _____________________________ Assinatura:____________________

    Prof. Dr. ____________________________________________________________

    Instituição: _____________________________ Assinatura:____________________

    Prof. Dr. ____________________________________________________________

    Instituição: _____________________________ Assinatura:____________________

    Dissertação de Mestrado apresentada ao Programa de Pós-Graduação em Biociências Aplicadas à Farmácia para obtenção do Título de Mestre em Ciências Área de Concentração: Biociências Aplicadas à Farmácia.

    Orientador: Prof. Dr. Marcelo Dias Baruffi

  • Dedicatória

  • Dedico este trabalho à minha família:

    meus pais, Rosane e Gilberto,

    meus avós, tios, padrinhos e primos,

    meu namorado, Otávio,

    e aos meus irmãos nascidos em outros lares.

    Vocês são luz e fonte de amor na vida.

    E uma vida não seria suficiente para retribuir os esforços e amor incondicional.

    Gratidão.

  • Agradecimentos

  • Ao professor Dr. Marcelo Dias Baruffi,

    Pela oportunidade de desenvolver e confiar a mim o desenvolvimento deste trabalho.

    Pela orientação acadêmica, mas também pela orientação de desenvolvimento

    pessoal. Por ser o maior exemplo de amor à ciência que me inspira seguir carreira

    acadêmica. Obrigada por tudo.

    Aos professores Drs. Andrea Maranhão e Marcelo Brígido,

    Por me receberem de braços abertos em seu laboratório, estabelecerem uma

    colaboração tão amistosa que só gera bons frutos, pelos diversos ensinamentos e

    orientações durante minha estadia em Brasília. É ótimo trabalhar com vocês!

    À Dra. Vanessa Leiria Campo,

    Pela colaboração estabelecida neste trabalho, ensinamentos compartilhados e

    amizade.

    Aos amigos do laboratório de glicoimunologia da FCFRP-USP,

    Lílian Cataldi, Rubens Eduardo, Anna Karoline Aguiar, Thaís Plépis, Talícia Santos,

    Fábio Kubata e Martin Amstalden que fizeram da rotina de trabalho momentos tão

    agradáveis e de alguma forma contribuíram para o desenvolvimento deste trabalho. É

    um prazer trabalhar com vocês! Não posso deixar de agradecer àqueles que hoje

    percorrem outros caminhos, mas fizeram parte da construção do nosso grupo: Thalita

    Riul, Flávia Porto, João Francisco, Daniel Cerri e Elder Latorraca.

    Aos amigos laboratório de imunologia molecular da Universidade de Brasília,

    Manuela Maragno, Fernanda Borges, Ronny Petterson, Laura Miazato, Ana Paula

    Costa, Isabel Souza, Ruan Riasco, Thompson Tomatieli, Jhennipher Lana, Natalia

    Gladistone e Bianca Alencar pela receptividade e companhias tão agradáveis durante

    minha estadia em Brasília. Agradeço especialmente ao Rafael Burtet e ao Nestor

    Leyton pelos ensinamentos e disponibilidade em me auxiliar durante exprimentos.

    Muito obrigada a todos.

  • Ao laboratório de Cristalografia de Proteínas da FCFRP-USP,

    Professora Dra. Maria Cristina Nonato, Joane Rustiguel, Felipe Calil, Mariana Ajalla,

    Iara Cardoso, Marília Cirqueira e Victor Rangel pelo auxílio na realização dos

    experimentos. Obrigada pela amizade e convívio!

    Ao laboratório de Bioinformática da Univeridade de Brasília,

    Dr. Waldeyr Mendes Silva pelo auxílio na utilização da plataforma ATTILA. Obrigada

    pela disponibilidade e ensinamentos.

    Ao serviço de Pós-graduação da Faculdade de Ciências Farmacêuticas de

    Ribeirão Preto,

    e aos funcionários do Programa de Biociências Aplicadas à Farmácia, por todos os

    serviços prestados e disponibilidade.

    À Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto,

    Por me acolher desde 2012 no início de minha iniciação científica, pelos excelentes

    profissionais e pelo suporte por todos esses anos.

    À Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES),

    Pelo apoio financeiro.

    A todos que de alguma forma contribuíram para a conclusão deste trabalho.

  • Epígrafe

  • Que os vossos esforços desafiem as impossibilidades, lembrai-vos de que as

    grandes coisas do homem foram conquistadas do que parecia impossível.

    Charles Chaplin

  • i

    RESUMO

    CANASSA DE-LEO, T. Seleção, caracterização parcial e produção de fragmentos de anticorpos recombinantes humanos anti-glicopeptídeos miméticos de mucinas tumorais e α-distroglicana, por Phage Display 2017. 87f. Dissertação. Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto – Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2017. Adenocarcinomas e distroglicanopatias são doenças graves que estão associadas a quadros de hipoglicosilação de mucinas tumorais, como a MUC1 (transmembrane glycoprotein Mucin 1) e de mucinas de α-distroglicana (α-DG). Um dos mais importantes desafios associados à terapia anti-câncer refere-se ao desenvolvimento de estratégias terapêuticas que permitam o direcionamento da ação de drogas anti- tumorais para a célula cancerosa com o objetivo de evitar o acometimento de células saudáveis. Nessa linha, é crucial a construção de sistemas de liberação de medicamentos sítio específicos por meio de marcadores tumorais. Quanto ao diagnóstico das distroglicanopatias, atualmente este se baseia principalmente na observação de manifestações clínicas, biópsias musculares e medidas enzimáticas, sendo que os anticorpos monoclonais disponíveis no mercado não são específicos para a condição do músculo distrófico. Dessa forma, mucinas tumorais e mucinas de α-DG modificadas tem sido consideradas potenciais alvos para o desenvolvimento de novas estratégias diagnósticas e/ou terapêuticas aplicáveis a estas doenças. Para este trabalho, foram sintetizados, em fase sólida, glicopeptídeos miméticos de MUC1 e α-DG hipoglicosilados, os quais foram utilizados como ferramenta de busca por novos anticorpos recombinantes. Estes antígenos foram imobilizados em uma placa e sobre eles foi aplicada uma biblioteca de fragmentos de anticorpos (Fabs) humanos recombinantes para o desenvolvimento do processo de seleção pela tecnologia de Phage Display. Após quatro rounds consecutivos de seleção, os genes codificadores dos Fabs da biblioteca não selecionada e selecionada foram sequenciados e analisados in