Resolução comentada do ENEM 1998 - 2008

of 34/34
Prof. Thiago Miranda o Prof. Thiago Miranda o Prof. Thiago Miranda o Prof. Thiago Miranda o-mundo mundo mundo mundo-da da da da-fisica.blogspot.com fisica.blogspot.com fisica.blogspot.com fisica.blogspot.com 1 Correção Correção Correção Correção comentada comentada comentada comentada ENEM 1998 ENEM 1998 ENEM 1998 ENEM 1998 1. OPÇÃO: A. Questão de análise relativamente complexa, sobre Momento de Uma Força, ou Torque. Tracei na figura o peso P do portão, no Centro de Gravidade (meio), e o do menino na extremidade direita da figura. O Torque é dado por: T = F.d.senθ, onde F é a força, d a distância até o apoio e θ o ângulo formado entre F e d. Mas pode-se interpretar Fsenθ como a componente da força perpendicular à distância até o apoio d, ou dsenθ o chamado “braço de alavanca”, ou a distância perpendicular do apoio até a linha de ação da força, que tracejei de vermelho. Veja a figura: Os braços de alavancas são iguais em comprimento para as duas dobradiças, e assim o Torque provocado pelos pesos é o mesmo, medido em relação a A ou a B. Assim, argumentar pelo módulo do Torque não fará diferença! E o sentido do Torque, nos dois casos, é o horário. Observe então que ao girar sob a ação do peso do menino, o portão tende a se apoiar embaixo, que destaquei com um círculo preto, mais distante de A. Isto fará a diferença! Como num pé-de-cabra, o portão sob o peso do menino tende a arrancar as dobradiças da parede ao girar no sentido horário, e neste caso a A deve arrebentar, saindo da parede, primeiro. Porque a dobradiça A será forçada para fora da parede, enquanto a B, num primeiro momento servindo como apoio do giro horário, será forçada para dentro! Como eu disse, achei a análise bem complexa! Algumas poucas pessoas têm uma visão Física mais intuitiva das coisas, e talvez acertem com mais facilidade e sem tanta discussão teórica. 2. OPÇÃO: B. Questão bem mais tradicional, que mescla uma noção básica de ÓPTICA, a SOMBRA, e Geometria, Semelhança de Triângulos. Como sempre, melhor desenhar um esquema: Veja: quando bate o sol, a sombra (cinza) é formada e triângulos semelhantes surgem, já que os raios de luz chegam praticamente paralelos. Por semelhança, simples: a altura do poste está para a altura do homem assim como a sombra do poste está para a do homem. Passei todas as unidades para metro! X = 2 X = 6 m 1,8 0,6 As alturas do poste e do homem permanecem à medida que sol se move, e a sombra do poste diminui 50 cm, indo para 1,5m. Nova semelhança: a nova sombra do homem está para a do poste assim como a altura do homem está para a altura do poste: Y = 1,8 Y = 0,45 m = 45 cm 1,5 6 Faz-se até de cabeça, também simples, quando se compreende a semelhança: se a sombra do poste se reduziu ¼ , de 2m para 1,5m, a sombra do homem também se reduz ¼, seguindo a mesma proporção, indo de 60 para 45 cm. 3. OPÇÃO: B. Também simples a questão, embora já necessite de um conhecimento acadêmico: o nome dado pela Física a um tipo de Energia. Mas uma parte é de conhecimento geral: água caindo de uma altura h, movendo a turbina, trata-se de uma usina HIDRELÉTRICA, aliás, a mais utilizada no Brasil. A energia do movimento da água, que é convertida em energia elétrica, é chamada CINÉTICA.
  • date post

    05-Aug-2015
  • Category

    Education

  • view

    2.879
  • download

    5

Embed Size (px)

Transcript of Resolução comentada do ENEM 1998 - 2008

1. 1Correo comentada ENEM 19981. OPO: A. Questo de anlise relativamente complexa, sobre Momento de Uma Fora, ou Torque. Tracei nafigura o peso P do porto, no Centro de Gravidade (meio), e o do menino na extremidade direita da figura. O Torque dado por: T = F.d.sen, onde F a fora, d a distncia at oapoio e o ngulo formado entre F e d. Mas pode-se interpretar Fsen como acomponente da fora perpendicular distncia at o apoio d, ou dsen ochamado brao de alavanca, ou a distncia perpendicular do apoio at alinha de ao da fora, que tracejei de vermelho. Veja a figura: Os braos de alavancas so iguais em comprimento para as duasdobradias, e assim o Torque provocado pelos pesos o mesmo, medido emrelao a A ou a B. Assim, argumentar pelo mdulo do Torque no fardiferena! E o sentido do Torque, nos dois casos, o horrio. Observe entoque ao girar sob a ao do peso do menino, o porto tende a se apoiarembaixo, que destaquei com um crculo preto, mais distante de A. Isto far adiferena! Como num p-de-cabra, o porto sob o peso do menino tende aarrancar as dobradias da parede ao girar no sentido horrio, e neste caso a Adeve arrebentar, saindo da parede, primeiro. Porque a dobradia A serforada para fora da parede, enquanto a B, num primeiro momento servindocomo apoio do giro horrio, ser forada para dentro!Como eu disse, achei a anlise bem complexa! Algumas poucas pessoas tm uma viso Fsica mais intuitivadas coisas, e talvez acertem com mais facilidade e sem tanta discusso terica.2. OPO: B.Questo bem mais tradicional, que mescla uma noo bsica de PTICA, a SOMBRA, e Geometria,Semelhana de Tringulos. Como sempre, melhor desenhar um esquema:Veja: quando bate o sol, a sombra (cinza) formada e tringulos semelhantes surgem, jque os raios de luz chegam praticamenteparalelos. Por semelhana, simples: a alturado poste est para a altura do homem assimcomo a sombra do poste est para a dohomem. Passei todas as unidades para metro!X = 2 X=6m 1,8 0,6 As alturas do poste e do homem permanecem medida que sol se move, e a sombra do poste diminui 50 cm, indo para 1,5m. Nova semelhana: a nova sombra do homem est para a do poste assim como a altura do homem est para a altura do poste:Y = 1,8Y = 0,45 m = 45 cm 1,5 6Faz-se at de cabea, tambmsimples, quando se compreende a semelhana: se a sombra do poste se reduziu , de 2m para 1,5m, asombra do homem tambm se reduz , seguindo a mesma proporo, indo de 60 para 45 cm.3. OPO: B. Tambm simples a questo, embora j necessite de um conhecimento acadmico: o nome dado pelaFsica a um tipo de Energia. Mas uma parte de conhecimento geral: gua caindo de uma altura h, movendo aturbina, trata-se de uma usina HIDRELTRICA, alis, a mais utilizada no Brasil. A energia do movimento dagua, que convertida em energia eltrica, chamada CINTICA.Prof. Thiago Miranda o-mundo-da- o-mundo-da-fisica.blogspot.com 2. 24. OPO: E.Agora a pergunta j mais complexa, e envolve conhecimento qualitativo e tambm quantitativo:frmula e conta! Traduzindo a estria e o tratando dos fenmenos: a gua cai, sua Energia PotencialGravitacional se converte em Cintica, e 90% desta energia Cintica convertida em Eltrica! Duas frmulas: 2EPG = mgh , onde EPG energia gravitacional(J), m massa (kg), g a gravidade (m/s ) e h altura(m).P = E/t , P Potncia(W), E a energia(J) e t o tempo(s). Substituindo: 65P = 90%E =0,9.m.g.h m = P . t = 512 . 10 . 1 = 4,74 . 10 kg tt 0,9.g.h 0,9 . 10 . 120 Note que transformamos os milhes em 10 6, levamos em conta os 90% e usamos o tempo de 1s,porque se pede a vazo em litros por segundo! Uma ltima lembrana de que a densidade da gua igual a1 g/ cm 3. 1 litro de gua pura tem massa de 1 kg! O que nos leva a algo da ordem de 500.000 litros porsegundo!5. OPO: D. Consideremos apenas as converses de energia: transformao de Energia Cintica, domovimento da gua, em Eltrica, ocorre entre a turbina, na qual a gua passa em movimento, e aeletricidade sai, na outra ponta; j Potencial Gravitacional em Cintica ocorre na queda dgua, entre agua no nvel h e a turbina.6. OPO: A. Outra de conhecimento geral e bom senso, para qualquer pessoa que j andou numa bicicleta demarchas: quanto maior a coroa, no pedal, e menor a catraca, na roda, mais voltas a roda d, e mais pesado opedal fica, tambm! Quando se pedala e a corrente se move nas engrenagens, entrando na engrenagem do pedal umdente tem que ter sado da engrenagem da roda um dente tambm, ou a corrente se rompe! Quanto menosdentes a engrenagem da roda tiver, uma volta ser completa com um menor deslocamento da corrente. Poroutro lado, quanto mais dentes a engrenagem dos pedais tiver, mais rpido ela come (puxa) a corrente.Assim, para andar mais rpido, o ideal coroa grande e catraca pequena! Escolhemos no visual. Fcil...7. OPO: C.Podemos embrenhar pela Fsica do Movimento Circular, porm vou resolver pela geometria maisbsica, o comprimento de uma circunferncia, cuja frmula foi dada! A dar uma volta tocada pelos 80cm0 c m10 cm 30 cm pedais, o comprimento de corrente movido pela engrenagem serC = 2..R = 2.3.15cm = 90 cm.Usei o Raio = 15 cm, mas poderia usar o dimetro, dado na figura igual a 30 cm, tambm...J o comprimento da engrenagem traseira :C = 2..R = 2.3. 5cm = 30cm. Como a corrente se move 90 cm e a cada volta a engrenagem traseira corresponde a um comprimentode apenas 30 cm, a roda traseira d 90 3 = 3 voltas! Finalmente, a roda est ligada e gira junto com a engrenagem traseira. Seu comprimento :C = 2..R = 2.3. 40cm = 240cm, vezes 3 voltas = 720 cm = 7,2 m!8. OPO: A. A primeira alternativa Matemtica: claro que com duas catracas e 5 coroas, so 2 X 5 = 10 marchas!Certo. A opo II j foi bem comentada nas questes anteriores. Alta velocidade maior coroa (na frente) emenor catraca (atrs)! No maior com maior! Errado. J na subida, para cansar menos, melhor ir devagar, com a menor coroa e a maior catraca. Concordo! S para baixo que todo santo ajuda! Prof. Thiago Miranda o-mundo-da-o-mundo-da-fisica.blogspot.com 3. 39. OPO: C. Temos uma cobrana de um tema j referido: transformao de energia. de conhecimento geralsaber que chuveiro tem resistncia. Faz parte do programa da Fsica saber que na Resistncia Eltrica do chuveiro a corrente provocaum fenmeno chamado Efeito Joule, que converte Energia Eltrica em Calor! Fcil...10. OPO: C.Velocidade constante quer dizer que no sobe nem desce! Olhando, no visual mesmo, o grfico quemostra exatamente a velocidade, vemos que ela constante entre 5s e 8s, no s constante, mas tambm amaior atingida! Fcil...11. OPO: A.Esta j uma pergunta que confunde mais, pois muitos saem da escola sem diferenciar Velocidade deAcelerao. A Acelerao mede as mudanas na Velocidade com o tempo, e temos que olhar no grficoquando a velocidade muda mais rpido! Ainda no visual, claramente a maior mudana se d no incio daprova, quando a velocidade vai de zero a 6 m/s em apenas 1s! Para quem quer se lembrar de maisdetalhes, importante saber que a acelerao dada pela inclinao da reta tangente ao grfico. Observe:Costumo ensinar a meus alunos um jeito que acho super simples: acompanhe o grfico com um lpis. Ondeestiver mais inclinado, a acelerao maior! Alis, no ltimo ponto a reta nem est inclinada, pois a velocidade constante, e a acelerao nula!12. OPO: C.Pensei em deixar esta questo como deQumica, mas a Fsica tambm estuda a Mudana deFase. Assim, fica sendo a ltima questo que corrijodesta prova.Bom, presso atmosfrica o peso do ar sobrenossas cabeas, vulgarmente! Quanto mais alto, menosar sobre nossa cabea! Ilustrao: A presso diminui com a altura e fica mais fcil gua espalhar, pois quando passa de lquido para gsas molculas se afastam. Assim, maior altitude, menortemperatura de ebulio! Prof. Thiago Mirandao-mundo-da- o-mundo-da-fisica.blogspot.com 4. 4As tabelas mostram isto... A gua ferve mais fcil no Pico da Neblina e mais difcil em Natal! Prof. Thiago Miranda o-mundo-da-o-mundo-da-fisica.blogspot.com 5. 5 Correo comentada ENEM 1999 19991. OPO: E.Problema interessante: eu mesmo costumo propor algo parecido em sala, todo ano. Quando a gasolinase aquece, ela dilata, aumenta de tamanho. Mas, sua massa permanece a mesma! Assim, sua densidadediminui. Logo, a tendncia levar desvantagem, j que no abastecimento o posto mede o volume (litros) com atemperatura mais alta. Pagar mais por uma massa menor de gasolina. Em temperatura baixa, a tendncia inversa, levar vantagem.Uma questo de lgica levaria o aluno a perceber que as alternativas um e dois so excludentes: seuma estiver certa, a outra necessariamente estar errada! Elimina a opo D. Mas, de fato, II certo. IIItambm correto: a velha estria, 1 kg de chumbo pesa a mesma coisa que 1 kg de algodo, embora muitagente no acredite quando v os dois, ao vivo...2. OPO: B. Creio que esta uma questo mais para saber se o estudante sabe ler e interpretar o que l do que deFsica! faclima, apesar da encheo de lingia! Veja os dados: 20kWh de energia eltrica por quilograma do metal; massa total seja de 10 kg;consumo de energia eltrica mensal dessa residncia de 100kWh. Noo de proporo, das maissimples: 20KWh/Kg, ento, 10Kg 10 X 20 = 200KWh! Iguala o consumo da residncia em 2 meses! Epronto...3. OPO: B.Esta um misto de Geografia e Fsica. As estaes so causadasporque o eixo de rotao da Terra inclinado em relao ao plano detranslao em torno do Sol. 1 dia de Inverno no Hemisfrio Sul significa queo sol est batendo firme no Hemisfrio Norte. Veja este efeito sobre umasombra:Quanto mais a vareta se afasta do ponto onde o sol incideperpendicularmente, a 90, maior a sombra fica. O sol estar a 90 noHemisfrio norte, pois l vero, segundo a proposta da questo. Logo,quanto mais ao Sul, maior a sombra. o que se v pelas figuras doproblema! Marquemos no mapa as cidades citadas...Pelas sombras, confirmamos: mais ao Sul, maior comprimento. Jno tem nada a ver com a proximidade do mar, estar ou no no litoral. Nemcom Greenwich, que um marco para horrio. Pelas opes, mais ao Sul vai significar mais afastado doEquador.Prof. Thiago Mirandao-mundo-da-o-mundo-da-fisica.blogspot.com 6. 64. OPO: D.Esquerda ou direita, as sombras marcam oposicionamento do Sol! Novamente no mapa, podemos marcar assombras e as opes de cidades que a questo oferecepara tentarmos ver o que est acontecendo, e qualdeve ser a posio do sol para formar as imagensdaquelas sombras fornecidas como dados.A partir da, escolhemos a opo correta.Vejamos ento...Olhando a sombra, vemos que a nica cidade que se encontra na provvel posio Braslia, semoutras opes como Belo Horizonte, que deixariam margem a dvida!5. OPO: B. J comentamos, numa questo sobre montanhas e o litoral, a influncia da presso na mudana defase! Simplesmente, sob a presso que a panela produz, agua ferve a uma temperatura maior, e como est maisquente, cozinha mais rpido os alimentos ali dentro.Podemos ver isto no grfico: quando aumenta a presso, atemperatura de ebulio aumenta! Destaquei dois pontos em vermelho para mostraristo. Gostaria tambm de comentar algumas opes... Na A, se a presso fosse igual na panela, no fariadiferena alguma, e este tipo de panela no teriasentido! Na C, o calor vem da chama, que a mesma, emqualquer panela... O segredo a temperatura no interior da panela,que maior que a temperatura de ebulio da gua numapanela aberta comum! Sempre comento esta questo em sala, e ela bem manjada...Prof. Thiago Miranda o-mundo-da- o-mundo-da-fisica.blogspot.com 7. 76. OPO: E. A j conhecimento comum, bsico, de sala de aula: durante a mudana de fase a temperaturapermanece constante! Logo, aps a gua ferver, dentro da panela, e comear a sair vapor pela vlvula,abaixar o fogo, desde que a presso do vapor no caia como numa panela bem vedada, no altera o tempo decozimento, pois a temperatura ser a mesma... Mesmo cozinhando em panelas comuns e abertas, depois quea gua ferve, podemos abaixar o fogo, pois a temperatura sendo a mesma no ir alterar o tempo decozimento. Lembrando que isto uma aproximao j que gua da torneira no uma substncia pura! Naprtica, a temperatura varia sim, um pouco.7. OPO: A. Este um dos princpios mais bsicos da Fsica, e da Cincia: A ENERGIA TOTAL SE CONSERVA,SEMPRE! Durante o estudo sobre Trabalho e Energia Mecnica, alguns alunos cismam que a Energia seconserva s s vezes, mas no! A total se conserva sempre, e a Mecnica sob determinadas condies... Bom citar a frase famosa, de Lavoisier: nada se perde, nada se cria, tudo se transforma! Com a energia assim, ela apenas se transforma de um tipo em outro, se conservando sempre!8. OPO: D. Adoro contar este caso, de esperteza, pilantragem, mesmo, dos fabricantes de lmpadas! Alis,parabns ao Movimento das Donas de Casa, que foi ao PROCON, entrou na Justia e obrigou os fabricantes avoltarem a produzir lmpadas de 127V. Responder a questo ler a tabela: para lmpadas de 120 v e 60W, ao serem ligadas nos 127 v darede, a potncia aumenta, elas iluminam mais, mas duram muito menos, por causa da sobre-tenso!Exagerando, como ligar um aparelho feito para 110 v em uma tomada 220 v! Estraga!2 Explorando um pouco mais a Fsica:P = U /R, P Potncia(W), U Voltagem(V) e R ResistnciaEltrica( ). Uma lmpada de 60W para 120 v tem sua potncia aumentada ao ser ligada numa rede de 127 v,pois sua resistncia, o filamento interno, permanece o mesmo. O fato de a Potncia aumentar implica em maiorluminosidade, porm, o filamento projetado, e eis a esperteza do fabricante, para suportar apenas o calordissipado quando ligado em 120 v. Assim, o desgaste grande e a lmpada dura bem menos, fazendo comque o consumidor seja obrigado a comprar outra bem antes do previsto! Sacanagem! Uma parte dosempresrios brasileiros precisa ser punida com muito mais rigor do que tem sido para parar de vez de lesar osconsumidores! Estes, por sua vez, tm tomado cada vez mais conscincia de seus direitos, e devem procurardefend-los de forma mais intensa e mais organizada!9. OPO: B.Questo envolve Cosmologia bsica, de onde viemos, como surgiu o mundo, estas coisas todas.J vi semelhantes! E, noo de ESCALA, no caso, temporal.O texto bastante claro: 4,5 bilhes de anos para a Terra, seriam 45 anos. Como o universo, aquesto diz, tem cerca do triplo da idade, cerca de 15 bilhes de anos, ele teria nascido em cerca do triplo daescala, ou seja, aproximadamente 150 anos.10. OPO: B.A questo trata de Energia, particularmente uma das mais importantes, solar. A frao aproveitada comoeletricidade vem do diagrama, pegar os dados e calcular:-5 -6500000 MW =5 00 000 = 1 = 0,25 . 10 = 2,5 . 105200 bi MW 200 000 000 000 4 . 10Tem conta, mas, nada grave.11. OPO: E. Embrenhando em anlises e conhecimentos sobre ENERGIA, a questo pergunta sobre combustveisfsseis: ora, so carvo mineral, gs natural e, claro, petrleo! Veja o link: http://pt.wikipedia.org/wiki/Combust%C3%ADveis_f%C3%B3sseis .Todos esto diretamente envolvidos com o problema do aquecimento global e as mudanas climticas: http://www.bbc.co.uk/portuguese/especial/clima_ambiente.shtml .Quem usa tais combustveis na gerao de eletricidade so as termeltricas, ainda minoria na matrizenergtica brasileira. E, estes combustveis demoraram milhes de anos para serem formados: so norenovveis! Veja o caso do pr-sal brasileiro, diretamente da descobridora, a Petrobras, com vrios vdeos: http://diariodopresal.wordpress.com/o-que-e-o-pre-sal/ .Prof. Thiago Mirandao-mundo-da-o-mundo-da-fisica.blogspot.com 8. 812. OPO: A.Conhecimento bem bsico sobre usinas eltricas: http://pt.wikipedia.org/wiki/Gera%C3%A7%C3%A3o_de_eletricidade . I. Certa! gua na barragem renovvel, pela chuva! Petrleo no! II. ERRADA. Hidreltricas apresentam sim, impactos ambientais! Alagam milhares de km2! No poderia serdiferente. Para citar um caso famoso, veja o dos famosos bagres nas usinas do Rio Madeira! III. Nada a ver com nada! Hidreltricas, como Itaipu, podem estar l no sul do Brasil! Como aumentariam aschuvas no Nordeste?13. OPO: B.No ia comentar esta questo, pois de estatstica. Mas, pela velocidade mdia, v l... Na verdade, aocontrrio de ensinar como se chega conta exata, se voc no souber, gostaria de mostrar outra coisa, a meuver, bem mais til. O bom senso!Observe novamente a figura:Veja que nada menos do que 30 + 40 = 70 % dos veculos tm velocidade entre 40 e 50 km/h...Ora bolas, assim, claro que a mdia tente a ir para algo entre 40 e 50 por hora, o que s leva a uma opo deresposta!Prof. Thiago Mirandao-mundo-da-o-mundo-da-fisica.blogspot.com 9. 9 Correo comentada ENEM 20001. OPO: C.No sei se isto se enquadra exatamente no programa da Fsica, mas tambm pode ser colocado comoconhecimento geral. Minha prpria av, Maria Xavier, s tomava gua da moringa.O fato que o barro realmente poroso, e, digamos, sua, deixando gua passar pelos poros. Desta forma, asuperfcie externa sempre tem uma minscula camada de gua, que retira calor da moringa, e esta se esfria,para evaporar. isto...H algo que no tem nada a ver com a Fsica, mas certamente com a Qumica! Eu, por exemplo, adoro filtro debarro pelo gosto da gua, comparado ao filtro de cermica ou aos eltricos. E o gosto da gua em um filtronovo pssimo!2. OPO: E.Gosto desta questo tambm, que j apareceu inclusive em vrios vestibulares, como UFMG, de formasemelhante. H uma tendncia mundial a se aproveitar cada vez mais a energia solar, j que energia um dosgrandes problemas a serem solucionados no 3 Milnio.Comentando item por item...I se o reservatrio for metlico, de fato conduz bem o calor. O problema que ele est em contato com oambiente, e assim a gua quente se esfria. Nos modelos comerciais, que vejo em lojas de material deconstruo, eles so metlicos, mas os modelos mais eficientes so os recobertos por algum isolante trmico,como l de vidro. As antigas serpentinas, de fogo a lenha, no tinham este isolamento. Mesmo em outrosaquecedores vejo reservatrios de metal, sem isolamento, mas se perde eficincia. Algumas vezes, porqueso grandes demais, tornando difcil o isolamento. O ideal que o reservatrio seja de material isolante,embora alguns fabricantes, pela praticidade, continuem fazendo de metal. Errado. Certamente, d margem advidas no aluno.II Realmente, inspirado no famoso efeito estufa, o vidro tem a funo de permitir a entrada de radiao solare evitar sua perda, para fora. Alm do que, a placa de vidro isola o ar interno, quente, em contato com atubulao, do externo, ao vento, mais frio, evitando perdas de calor por conveco. Certo.III Certo. Mais preto, ou mais escuro, absorve mais calor, enquanto mais claro, ou mais branco, refletiria maise absorveria menos. Por isto, as placas coletoras so negras, nos modelos venda.3. OPO: B.Enquadra-se em Gravitao Universal. Mas simples demais! Lembro de semelhante, da 2 Etapa doVestibular da UFMG, bem mais inteligente e complexa!Basta apenas ver na tabela as distncias das luas a Jpiter: em ordem crescente, Io, Europa, Ganimedes eCalisto. Assim: 2 Io, 3 Europa, 1 Ganimedes e 4 Calisto, no olhmetro mesmo!4. OPO:D.Parece que o povo do ENEM gosta de usinas geradoras de eletricidade, pois tema recorrente!Apenas mudou de hidreltrica para nuclear. Qualquer hora veremos uma termeltrica!J eu nunca gostei destas questes de 3 afirmativas. Acho sem criatividade... Mas, vamos l!I Certo. A reao nuclear gera uma enorme quantidade de calor, que usado para vaporizar gua sobpresso e esta vai mover a turbina.II Certo, e a partir da, as usinas so muito semelhantes, hidroeltrica, nuclear ou trmica. J comentamossobre transformaes de energia nas hidreltricas. Procure a questo com a figura de uma usina deste tipo,acima...III Errado! Condensar voltar de vapor a lquido. Lembra-me os alambiques, que fazem a boa e velha pinga!Quem conhece vai lembrar... A gua no aquecida, resfriada no condensador, parapoder voltar e ser aquecida novamente. A figura d a entender isto, pois no preciso bomba para fazervapor voltar, para gua, no estado lquido. Prof. Thiago Mirandao-mundo-da- o-mundo-da-fisica.blogspot.com 10. 105. OPO:A.T mais para Matemtica que Fsica, n! Porm, como Energia um tema sempre importante, tanto que oENEM adora, vamos comentar. verdadeiramente grande a ineficincia dos motores a combusto, mas ainda no se inventaram outros comaceitao no mercado, s os alternativos e experimentais.A conta simples: de acordo com o esquema, o motor s aproveita 14,2 KWh de 72 disponveis no tanque. D:14,2 = 0,197 = 19,7 % 72Da ordem de 80% so perdidos! Na verdade, as perdas so at maiores, e a figura tambm mostra que sai3KWh de calor (Energia Trmica). J a parte gasta em luzes, ventilador, etc, no pode ser considerada perda,pois so aparelhos que o carro utiliza, inclusive alguns so essenciais, como o gerador. Todo mundo sabe quear condicionado ligado faz o carro gastar mais, e normal. Se considerarmos apenas o que vai para mover asrodas, a sim, a eficincia menor ainda:9 = 1 = 12,5 %72 8Aproveita s isto para mover o carro!6. OPO:A.Para mim, esta uma das melhores questes que o ENEM produziu! Sai completamente do comum dosvestibulares! Muito criativa, at bvia de ser cobrada, remetendo a conhecimento bsico do sistema solar,como outra anterior da sombra das varetas. Parece-me que seu contedo cobrado mais a Geometria Espacial, mas tem tudo a ver com a Gravitao, e muito bacana! O aluno tem que relacionar os pontos na Terra com as vises do eclipse! Lembrar que olhamos para cima para v-lo, a partir da Terra! Alguns tiram de letra, mas nem todos. Vou tentar desenhar em outra perspectiva.A figura representa o Sol, a Lua e o cho da Terra, azul. Coloqueios pontos e tracei raios de luz das extremidades do Sol paramostrar que eles s no conseguem atingir, barrados pela lua, umapequena regio ao centro, vermelha. Dos dois lados, em verde, hos eclipses parciais, onde parte da luz do Sol, de um dos seuslados, chega, enquanto a outra parte eclipsada pela Lua. Nasextremidades laterais no h eclipse!Ao olhar para cima, uma pessoa nos pontos indicados ver algocomo representado ao lado. Se estiver em 1, 2 ou 3estar esquerda da Lua, e em 4 ou 5 direita! 1 est fora daregio do eclipse, e v todo o sol! 2 e 3 esto parcialmenteeclipsados, mas 3 est mais perto do total, e v apenas abeiradinha esquerda do Sol! 4 e 5 vem o lado direito do Sol, coma Lua tampando o seu lado esquerdo. Assim, a primeira figura a viso de 3, a segunda de 5 e a ltima de 2!7. OPO:D.Nem preciso refrigerador: o vidro sempre parece mais quente que o metal! FRIO uma sensao humana,que decorre da perda de CALOR, este uma forma de energia, para a Fsica! Quanto mais se perde, ou quantomais rpido se perde calor, mas frio uma pessoal sente.Ningum morre s por dar uma nadadinha na gua gelada! Todo ano vemos imagens de russos nadando noinverno em lagos gelados! Mas, no Plo Norte, uma queda na gua em um buraco no gelo provoca morte empouqussimo tempo! A perda de calor to grande que inviabiliza o metabolismo da pessoa, e ela morre!No caso da questo, como o metal conduz melhor o calor que o vidro, quando a pessoa o pega sente maisfrio por estar perdendo calor mais rapidamente, e no em funo da diferena de temperatura entre a lata ea garrafa! Por sinal, ao sair da geladeira, a temperatura de ambos a mesma, pois esto em EquilbrioTrmico.Prof. Thiago Miranda o-mundo-da- o-mundo-da-fisica.blogspot.com 11. 11 Correo comentada ENEM 20011. OPO 1: E.A anlise do grfico pode ser dispensada pelo bom senso. Porm, vamos analis-lo, pois um dado daquesto.Vemos que geladeira e chuveiro, nesta ordem, so os dois principais responsveis pelo consumo de energianuma casa, em mdia. Um chuveiro muito mais potente do que uma geladeira, e a explicao de ainda assima geladeira gastar mais que o chuveiro funciona apenas alguns minutos por dia, enquanto a geladeirafunciona 24 horas por dia, todo santo dia! Logo, o consumo de eletricidade depende da potncia, sim, mastambm do tempo de funcionamento dos aparelhos.Por outro lado, todas as lmpadas juntas correspondem em mdia a 20% do consumo. Alis, estamos emprocesso de substituio das incandescentes pelas fluorescentes. Claro que uma residncia de 3 cmodosprecisa de menos lmpadas do que outra de 12 cmodos, e o consumo vai depender do n de aparelhosem funcionamento.2. OPO: C.Agora a anlise quantitativa, e envolve conhecimento de frmulas, e contas. De 98 a 2001, todas as provasdo ENEM cobraram algo relacionado Eletricidade e Energia Eltrica!Se o consumo de energia na referida casa de 300KWh e pelo grfico o chuveiro corresponde a 25% disto,temos: 25 . 300 = 75 kwh100Isto a energia gasta s pelo chuveiro.Podemos continuar as contas por vrios caminhos... Escolhendo um, vamos calcular o consumo mdio deenergia pelo chuveiro, por dia e por pessoa. Para isto, vamos considerar um ms de 30 dias, em mdia.Teremos: 75KWh por 30 dias, por 4 pessoas = 75 =5kwh=30 . 48.dis.pessoaTemos, ento, a energia de um banho dirio de cada pessoa da casa. Resta saber quantos minutos ele dura...Frmula: P = E t = E, onde P Potncia(W), E Energia(J) e t Tempo(s).t POs cuidados agora ficam por conta das unidades.t = E = 5000 . 3600 = 450 s = 7,5 minP 8 . 5000Veja que fomos obrigados a lembrar que Kilo=1.000 e 1h=3.600s. A potncia do chuveiro foi dada emudamos para as unidades padro, encontrando o tempo em s, que dividimos por 60 para achar emmin.3. OPO: E.Poderamos deixar esta questo para a Matemtica, pois se trata de uma noo a respeito de razo eproporo. Considerando que abarca o conceito de Densidade, importante em Hidrosttica, vamos corrigir.A Densidade a razo entre a massa e o volume, a unidade utilizada foi g / l, e eu prefiro g/cm 3. Mas, quantoa isto, no ir influir em nada.Simples: misturando gua em lcool, sendo a gua mais densa, a densidade desta mistura lcool-gua tende aser maior que a do lcool puro, como todas as opes de uma questo bem feitinha, como esta, mostram.Fazendo a conta da densidade da mistura, nas proporo que rege a lei:dmistura = 96% de 800 + 4% de 1000 = 0,96 . 800 + 0,04 . 1000 = 808 g/lPara misturas mais densas que isto, foi acrescentado mais gua (a mais densa) e vice-versa. Logo, o postoIV est exatamente dentro da norma, e o V colocou menos gua do que poderia, e isto raro!O que se v, na tv, e para quem lembra do cruel e mafioso assassinato do promotor que investigava os postosem BH, o normal seria adulterar o combustvel com mais gua, de preferncia da chuva, que grtis! Prof. Thiago Mirandao-mundo-da- o-mundo-da-fisica.blogspot.com 12. 124. OPO: D.Mais uma vez, Eletricidade e Energia Eltrica... E o problema claramente est na unidade...P = E E = P . t, de onde se v que Energia vem do produto Potncia x Tempo!tA unidadepode variar, mas as grandezas no! Assim, para encontrar Energia podemos usar Cavalo-Vapor xSculo, ou HP x dia, sempre Potncia vezes Tempo, jamais por tempo, j que por significa diviso!Logo, MegaWatt / hora, como diz no texto, est errado!5. OPO: D.I Um dos principais processos de transferncia de calor no interior das geladeiras a CONVECO, em queo fluido mais quente e menos denso sobe e o mais frio, ao contrrio, desce. O fenmeno comum nas saunas,serpentinas de fogo a lenha, influi na formao dos ventos, etc... Sem espao, o ar no consegue circulardentro de um refrigerador, a troca de calor diminui e a eficincia cai! Isto falado nos manuais! Logo, estCERTO!II J ouviu falar de iglu, aquelas casinhas de gelo feitas pelos esquims?Por que algum faria uma casa de gelo em um lugar gelado? O gelo bom isolante trmico? A temperaturano interior do iglu mais alta que do lado de fora! Deixar as paredes cheias de gelo dificulta a retirada do calorinterno para fora da geladeira, e piora! Isto tambm est no manual! ERRADO! Outra explicao no linkhttp://www.mundofisico.joinville.udesc.br/index.php?idSecao=3&idSubSecao=&idTexto=58III O radiador tem justamente a funo de liberar calor para o ambiente. Se estiver sujo, ou impedido poralguma coisa, como a mania que alguns tm de botar roupa para secar ali, perde-se eficincia e aumenta oconsumo de energia. Por favor, leia os manuais de tudo! CERTO!6. OPO: C.Um pouco mais do tema anterior, o isolamento trmico. Em foges e geladeira comum encontrar recheandoas paredes l de vidro, um bom isolante. Quanto melhor o isolamento, menos calor ir atravessar a parede.Vejamos a tabela: para 4cm de parede, a perda de 35KWh e para 10 cm de 15KWh. Comparando, com aparede mais fina perde-se, a mais, 35 15 = 20KWh. De cabea mesmo, isto 10% de 200KWh que afamlia gasta!7. OPO: A. uma pena que a questo no explore mais a Fsica do tubo de TV, que muito interessante!H uma breve explicao de como ele funciona, mas quem quiser saber mais, visite os sites:- http://www.maloka.org/f2000/index.html;- http://www.pet.dfi.uem.br/animacoes/elmag/elmag041/index.html;Sem explorar tanto a Fsica, a questo cai no bom senso e um pouco de conhecimento cientfico.I No se deve abrir a TV porque altas voltagens so utilizadas para acelerar os eltrons, aqueles mesmosque arrepiam os cabelinhos quando a gente passa o brao na tela. Mesmo desligada da tomada, existemcomponentes chamados Capacitores, capazes de armazenar energia eltrica e proporcionar grandes choquesse voc botar a mo no lugar errado!II Eltrons so desviados por campos eletromagnticos, como a questo explica, para formar a imagem naTV. Aparelhos eltricos ou ims produzem campos eletromagnticos, que desviam os eltrons de sua trajetriae deformam a imagem.A UFMG colocou justamente uma questo sobre este assunto, em seu vestibular da 1 etapa de2005, e esta questo pegou muita gente!8. OPO: C.Sinceramente, mais claro do que isto difcil: o glorioso astro Sol ... centralizado no meio dosoutros. Teoria Heliocntrica, n! Faclimo! Leia mais e aprenda um pouco da Histria da Fsica:- http://geocities.yahoo.com.br/saladefisica9/biografias/copernico.htm.9. OPO: C.Velocidade x Temo = Distncia, frmula das mais bsicas! E de conhecimento amplo que anoluz distncia... Distncia percorrida pela luz em um ano! Vale:88 7 1512d = v . t = 3 . 10 m/s . 1 ano = 3 . 10 m/s . 3,15 . 10 s = 9,47 . 10 m = 9,47 . 10 km Prof. Thiago Mirandao-mundo-da- o-mundo-da-fisica.blogspot.com 13. 13Ou seja, 1ano-luz = alguns quase dez bilhes de Kilmetros! S isto... E a estrela, alm do Sol, mais prximada erra est a 4,3 anos-luz de distncia! Pertinho!Prof. Thiago Mirandao-mundo-da-o-mundo-da-fisica.blogspot.com 14. 14Correo comentada ENEM 20021. OPO: A.Questo interessante, sobre ENERGIA, tema recorrente no ENEM. Particularmente, sobre o conceito deRendimento. Sempre que se converte uma forma de energia em outra, uma parte da energia inicial perdida.O rendimento mostra a proporo da energia que foi realmente aproveitada.Como houveram transformaes em seqncia, podemos calcular o rendimento total em cada um dos doisprocessos. Vejamos:r1 = 0,95 x 0,7 = 0,665 .r2 = 0,4 x 0,9 x 0,95 = 0,342 .Vemos que no segundo processo, o rendimento menor!Observando a razo, basicamente o rendimentono processo 2 menor porque o rendimento na gerao termeltrica (0,4 = 40%) muito baixo emcomparao com todos os outros!2. OPO: D.Questo sobre Energia, para variar, que pode ser resolvida pela til e verstil Regra de Trs, em vriasetapas...Primeiro, vamos calcular quantos kilos(kg) de carvo so necessrias: 366Energia Total = 200 . 10 . 10 wh = 20 . 10 kg = 20 000 tonelada 3Enrgia/kg 10 . 10 wh/kgNo esquecer os prefixos gregos...Esta enormidade de carvo ser transportada por vrios caminhes! Quantos?n de caminhes = Massa total = 20000 = 2000 caminhes massa/caminho103. OPO: A.Acredito que este seja um fenmeno bem conhecido de todos, de formao de ventos na beira dapraia.Envolve alguns conceitos da TERMODINMICA.Primeiramente, o conceito de CALOR ESPECFICO: calor especifico c uma grandeza que mede a facilidadeou dificuldade de se esquentar uma substncia. Quanto maior o calor especfico, mais energia se gasta paraaquecer, e mais energia (calor) necessrio perder a substncia para se esfriar.O calor especfico da gua maior que o da areia (terra). Assim, durante o dia, a gua demora mais paraesquentar, e o ar sobre ela fica ento mais frio.So formadas CORRENTES DE CONVECO: o ar mais quente sobre a terra fica menos denso, e sobe.Ento, o ar mais frio sobre a gua vem ocupar seu lugar, fazendo o vento soprar do mar para terra. noite, o ar sobre a gua est mais quente, menos denso e sobe. Como o ar subiu, sobre o mar fica umvazio, regio de baixa presso. O ar mais frio e mais denso sobre a terra, sob maior presso, vemocupar seu lugar, e o vento sopra de terra para mar.4. OPO: C.Nesta questo, melhor analisar sugesto por sugesto.Em A, ao trocar as lmpadas incandescentes (veja o Portugus!) por fluorescentes se economiza porque estasltimas jogam fora menos calor por Efeito Joule (converso de Energia Eltrica em Trmica).Para B, mudar de Inverno para Vero no chuveiro diminui a Potncia e, conseqentemente, diminui aconverso de Eletricidade em Calor. C meio bvio: se muita roupa vai ser passada de uma vez, evita-se ficarligando e desligando o ferro, perdendo toa calor (que vem da energia eltrica) para o ar e o ambiente.Evitar o uso de tomadas mltiplas (extenses ou ts) diminui as perdas por Efeito Joule. Muitos aparelhosimplicam em maior corrente eltrica na tomada, e maior perdas por Efeito Joule.O mesmo se pode dizer do dimetro dos fios. Alis, usar fios muito finos, e pouco mais baratos, uma daseconomias mais porcas que j vi! Sem contar o risco de curto-circuitos! A resistncia de um fio e a potncia sodadas por:R = p . L, onde R=resistncia( ), =resistividade( .m), l = comprimento(m) e A=rea(grossura!)(m2). A Prof. Thiago Mirandao-mundo-da- o-mundo-da-fisica.blogspot.com 15. 15P = R . i 2, onde P Potncia (W), R Resistncia( ) e i Corrente(A)Se o fio mais fino, a Resistncia maior, aumentando o aquecimento dos fios pela passagem da corrente!Aquece mais, maiores perdas, maiores riscos de curto!Todas as opes visam diminuir o gasto da converso de Energia Eltrica em Trmica.5. OPO: D., o assunto que este ENEM mais adora mesmo a ENERGIA!Usinas hidreltricas usam gua acumulada em represas, reabastecidas quando chove. Ventos vo e vm. E osol nasce todo santo dia!Todos utilizam fontes renovveis de energia!6. OPO: D.Vamos variar: ENERGIA...Uma anlise do grfico mostra bem o problema: cerca de 33% de toda a energia voltada produo deeletricidade. Porm, destes, s cerca de 10% so transformados em energia eltrica til! 23% da energiase perde sob a forma de calor na produo! E no se perde calor nas hidreltricas, mas nas termeltricas enucleares. O rendimento da transformao de calor em trabalho til sempre baixo!7. OPO: D.At que enfim! Algo diferente de Energia: conceitos bsicos de GRAVITAO!Quem marcou E, vou te falar!Veja na figura abaixo a posio do Sol:Vendo a posio do sol, pela figura ele ilumina as faces do lado direito. claro que quem quer lua noite,iluminando, para pescar, quer Lua Cheia!Ela vai estar cheia dia 02/10, de acordo com o esquema. Porm, s em Outubro, e a questo pede emSetembro! Observe que deve ter havido uma lua cheia l pelo dia 03 de Setembro, que a questo no mostra!Pelas opes que a questo oferece, melhor pescar nos dias 29 e 30 de Setembro, quando a lua estar maisprxima de cheia, iluminando mais as noites.8. OPO: C.Outra diferente: CINEMTICA BSICA!Diametralmente opostas significa uma de um lado, outra do outro do globo, ou meia volta na Terra, 1800.O comprimento de uma circunferncia dado por C = 2..R.Calculando a distncia entre as duas (meia volta):Co = 2R = . 6370 = 20 000 km. Considerando = 3,14.22Como a velocidade foi considerada constante, v = d tt = d = 20000 = 200 = 25 hv 8008 Prof. Thiago Mirandao-mundo-da- o-mundo-da-fisica.blogspot.com 16. 16Tem gente que vai viajar na maionese, dizer que enquanto o avio voa a Terra gira, como se a atmosfera nogirasse junto com a Terra, e devido a estes argumentos estranhos calcular os valores mais estranhos,tambm...Poderia se aproveitar a interdisciplinaridade e perguntar tambm algo sobre Fusos Horrios, dando a hora desada e perguntando a de chegada, mas no foi feito isto...9. OPO: E.Outra de GRAVITAO. Mas, envolve tambm Biologia, e bom senso.A tabela mostra bem que Marte tem menos massa e gravidade menores que a da Terra, o que talvez sejaagradvel! Lembre-se dos astronautas na lua, saltando feito bambis serelepes mesmo cheio de peso eparafernlias! E o metabolismo pode se adaptar falta de gravidade, pelo menos por uns bons meses, comoastronautas j passam na estao espacial. A presso, e no a gravidade, influi na temperatura de fuso(congelamento) da gua.A atmosfera de gs carbnico, tambm comum na Terra. Bales de oxignio resolvem. Mas no influi naexistncia ou no de gua lquida.O problema maior que Marte est mais distante do Sol, e portanto bem mais frio! A distncia do Sol em sino importa, desde que consigamos chegar l, n! A temperatura muito baixa congela a gua, este oproblema. Mas, h indcios de gua lquida no subsolo do planeta, sendo intensamente pesquisados.Quem quiser saber mais, recomendo:- http://www.observatorio.ufmg.br/pas27.htm.E, por curiosidade, Marte j est bem mapeado, grtis, na internet:- http://www.google.com/mars/.Prof. Thiago Mirandao-mundo-da-o-mundo-da-fisica.blogspot.com 17. 17 Correo comentada ENEM 2003 200301. OPO: A.Como sempre, a eletricidade lugar comum no ENEM. Em questes anteriores, j comentamos bastante sobrea gerao nas hidreltricas, a converso de Energia Potencial Gravitacional das guas em Energia Eltrica.Assim, a questo simples: precisa-se de gua para gerar!02. OPO: A.Veja, algumas opes, em questes deste tipo, so absurdas! Pense: rejeitos radioativos jogados no mar,vazamento de lixo atmico, coisas gravssimas! No nada disto!Veja o esquema de uma usina nuclear:Apenas a gua do chamado circuito tercirio, azul escuro, do mar, e com todos os cuidados para no havernenhuma contaminao radioativa! Ela usada para refrigerao da gua no circuito secundrio, azul claro, epor isto se aquece.Quem quiser saber mais, visite os sites:- http://www.eletronuclear.gov.br/ ;- http://ipen.br/ .Tenho uma aula completa sobre o assunto, tambm, para quem quiser, basta enviar email.E como o ENEM adora abordar a questo energtica!03. OPO: C.Mais do mesmo: energia... Sem comentrios!Uma boa interpretao do grfico leva resposta: a eficincia para lenha cerca de 28 % e para gs, cerca de57 %, no olhmetro! Logo, de um para outro aumenta cerca de duas vezes!Um comentrio: quanta eletricidade equivale a 1ton de lenha? E quantos bujes de gs? Quanto custa 1ton delenha? Se voc no sabe, no chuta a letra A toa, no!Outro comentrio: a eletricidade pode ou no vir de fontes renovveis... Supondo uma casa cujas luzes vm daenergia solar, renovvel, mas j uma termeltrica queimando gs usa fonte no renovvel. Site interessantesobre energia alternativa:- http://www.cresesb.cepel.br/ .04. OPO: E.Energia, energia e mais energia!Pelo enunciado, um trator pode rodar, nas mesmas condies, mais tempo com um litro de leo degirassol, que com um litro de leo diesel. Ora, se o trator pode rodar mais tempo, e claro que para rodarmais tempo ir precisar de mais energia, o diesel de girassol libera mais energia que o comum! Simples, fcile direto.Prof. Thiago Mirandao-mundo-da-o-mundo-da-fisica.blogspot.com 18. 18O chamado Biodiesel uma das alternativas sendo estudada para o futuro, j que o Petrleo vai acabar, sno se sabe ao certo quando. J uma realidade e est a venda. Quem quiser saber mais sobre estainteressante fonte alternativa de energia pode visitar o site: - http://www.biodiesel.gov.br/ .05. OPO: A.Para variar, outro tema, agora: Energia...Quando a energia armazenada na gasolina, por exemplo, liberada: diria que, at por conhecimento comum,na queima ou combusto! A mistura ar + combustvel entra no cilindro, a vela acende, h uma exploso,que d nome ao tipo de motor, e os gases movem os pistes... assim, alis, o motor estudado na parte donosso contedo chamada Termodinmica.06. OPO: B.Incrvel a redundncia de contedo desta prova do Enem! Embora com diferentes abordagens, sempreremetendo questo energtica!Meu prprio carro a gs. Recomendo intensamente para todos a converso dos motores, desde que seobserve se o investimento ser pago! Quanto mais se roda com o carro, mais se economiza!Tenho um controle rigoroso dos gastos com combustvel, gs e gasolina. Minha economia de combustvel de43% de gasto a menos. Com a gasolina a R$2,30 e o gs hoje a R$1,43, isto significa uma economia deaproximadamente R$0,08 por kilmetro rodado. Assim, a conta que se tem que fazer, de acordo com o quantose roda em mdia com o carro por ms em quanto tempo esta economia paga o seu investimento naconverso do carro para gs. Dependendo, compensa, e muito! Inclusive, contando que o prprio kit gs podeser vendido, o custo da converso atingido assim que a economia feita alcance o valor da diferena entre oinvestimento feito e o preo do kit gs para revenda, usado. No meu caso, foi em poucos, cerca de 6 meses...Valeu a pena, pois a partir da s economia, e muita.Alis, o gs no meu carro praticamente no deu manuteno nem nenhum problema!Alm da vantagem ecolgica enorme, pois todos temos que contribuir para a diminuio da poluio noplaneta! Sei que com os acontecimentos recentes na Bolvia muita gente ficou cabreira com a converso, masa menos que ocorra uma catstrofe, vai continuar valendo a pena.Mais informaes:- http://www.gasbrasil.com.br/mercado/gnv/ .Quanto questo, discute o conceito e a compreenso por parte do aluno da densidade: veja na tabela que ogs muito menos denso que a gasolina!E uma velha pergunta: quem pesa mais, 1Kg de chumbo ou 1Kg de algodo?Assim, para ser utilizado, ele precisa ser comprimido, e estocado em cilindros de alta presso como o gs decozinha, s que em presses bem maiores que este ltimo! Isto para que o carro leve uma massa de gs queseja suficiente para fornecer energia comparvel massa de gasolina transportada.Veja uma conta simples: o volume ocupado por 1kg, de gs sem presso e gasolina: 3 3d = m , onde d densidade(kg/m ), m massa(kg) e V volume (m ). Assim: V = m V d3Para 1kg de gs solto: V = m = 1 = 1,25 m d 0,83Para 1kg de gasolina: V = m = 1 = 0,00135 m ou 1,35 litros! d 7383Pense bem, 1m uma caixa de um por um por um metro! Grande para ser transportada num carro, e istoequivale mais ou menos a 1 litro de gasolina! Se o gs no for pressurizado, fica invivel!07. OPO: E.Estou corrigindo esta questo porque achei interessante, mas ela est mais para interpretao de informao,grficos, no caso, do que para Fsica.Bem, no enunciado, temos: tempo mdio de durao da viagem conforme o horrio de sada do pontoinicial. Logo, devemos ler o grfico pelo horrio de partida, e no de chegada! Observe:Prof. Thiago Mirandao-mundo-da-o-mundo-da-fisica.blogspot.com 19. 19Em vermelho, mostro um raciocnio errado, mas que tenho certeza de que muita gente vai embarcar. Opassageiro quer chegar at as 10h30min. Olhando no grfico a abscissa para 10 e 30, marca um tempo decerca de 75 min. 10h30min-75min=9h15min, e o cara marca a letra errada! No assim! Assim se olha saindoas 10 e meia! Que somado a 75min chega-se no ponto final s 11h45min!Temos que olhar tendo em vista a partida: veja a marcao em verde. Se sair do ponto inicial s 8h50min,demora 100min para chegar! isto o que o grfico diz! Assim, 8h50min+100min=10h30min, bem nahora!Prof. Thiago Miranda o-mundo-da- o-mundo-da-fisica.blogspot.com 20. 20Correo comentada ENEM 200401. OPO: A.Nesta questo, que nem to complicada, exige a compreenso de um dos princpios bsicos daHIDROSTTICA: o Teorema de Stevin e a questo dos Vasos Comunicantes.Segundo Stevin, a presso no interior de um fluido dada por: P = P o + dhg, onde P a presso num pontono interior do fluido (Pa), P 0 a presso na superfcie(Pa), d densidade(kg/m3), h a altura do ponto emrelao superfcie(m) e g a acelerao da gravidade(m/s 2).No caso das mangueiras, vasos comunicantes, ou seja, vasilhas, cheias e interligadas, para que a presso nofundo seja a mesma, a altura de gua tem que ser a mesma. Lembra muito, pelo menos para mim, umabalana do modelo antigo, de pratos.Pode-se mover as mangueiras, mas a altura de gua dentro delas permanece a mesma, obedecendo a Stevin!E foi o que o mestre-de-obras fez...Veja a primeira medio, e a figura: a segunda vara ficou mais alta, a gua da mesma altura e isto levou adiferena na graduao em cm para +75. Vemos que + significa + alto e logo mais baixo! Vendo asprximas medidas, P 2 para P 3, P 3 para P 4 temos -25 e +55. Assim, o ponto 3 est 25cm mais baixo que2 e o ponto 4 est +55cm acima de 3... Logo, de 2 para 3 desce 25 e de 3 para 4 sobe 55cm. Observandouma certa escala, o grfico que mais combina o A.02. OPO: D.O ENEM e sua paixo pela Energia! Esta questo multidisciplinar, estaria tambm enquadrada naGeografia, mas, vamos l...Discutindo os favorveis: P1 se enquadra bem para Energia Hidreltrica, cujo potencial no Brasil abunda; P2seria Energia Termeltrica, cujas fontes de calor usadas para gerar podem ser vrias; P3 seria adequado aEnergia Hidreltrica, cujas chuvas enchem de novo os reservatrios, pois depende delas, ou Termeltrica queno queime combustveis fsseis, porm outras fontes como bagao de cana, biodiesel ou gs proveniente delixo, etc.Quanto aos desfavorveis: N1 seria para Hidreltrica, que gera graves problemas sociais em sua construo;N2 para Termeltricas, pois no tem jeito, queima gera emisso de poluentes, sempre; N3 se enquadra nasHidreltricas, que dependem das chuvas...Assim, exclusivamente para Termeltricas, se aplicam P2 e N2.03. OPO: A.Novamente, reconhecendo que ENERGIA diz respeito Fsica, no l bem uma questo de Fsica, pura...Envolve Economia, etc.Mas, simples: queimar o bagao economia e aproveitamento, lgico, pois se produz calor, que necessriono processo industrial da produo sucro-alcoleira e ainda gera um cadim de eletricidade! Ao contrrio desimplesmente jogar o bagao fora!04. OPO: D.Energia, sempre ela...A questo no quer saber a minha ou a sua opinio: ela quer saber se os argumentos so ou noVLIDOS!De fato, nas usinas nucleares, cujo esquema se encontra acima, no comentrio de outra questo, no sequeima Urnio, tem-se uma reao nuclear que gera calor. Assim, ao contrrio das Termeltricas, onde sequeima algum combustvel, normalmente fsseis e com emisso de gases, na nuclear no. Argumento vlido.Prof. Thiago Mirandao-mundo-da-o-mundo-da-fisica.blogspot.com 21. 21Quanto ao segundo ponto, de fato acidentes nucleares so raros, mas podem ser gravssimos como o deChernobyl, 1987! Eu no concordo que no se pode ficar tranqilo apenas pela possibilidade de acidentes,pois, por exemplo, se uma grande Hidreltrica se romper, ser gravssimo tambm!Tomando-se todas as precaues, na minha opinio, pode-se e deve-se usar a Energia Nuclear, mas oargumento no deixa de ser vlido apenas porque eu no concordo com ele.Quem quiser saber mais sobre Chernobyl, v nos links:- http://www.nuctec.com.br/educacional/acidentes.html;- http://www.energiatomica.hpg.ig.com.br/chernobylp96.htm;- http://www.cnen.gov.br/publique/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?UserActiveTemplate=portal_cnen&infoid=98&sid=11.05. OPO: A.Ainda batendo na mesma tecla, Energia, todo mundo sabe, intensamente alardeado e discutido todo santoano na imprensa a questo do horrio de vero: ele feito para economizar energia, aproveitando as horas deluz solar e evitando iluminao eltrica. isto...06. OPO: B.Gs natural e petrleo foram produzidos juntos, a milhes de anos, e no so renovveis... Ele tem se tornadomais importante porque antes j foi simplesmente jogado fora! e hoje novas jazidas so descobertas e osecologistas tm apoiado seu uso porque polui menos, e alis mais barato, tambm!A questo do gs foi discutida anteriormente com outro enfoque em prova do ENEM de outro ano.07. OPO: C.Tambm j comentado em questes anteriores, o cada vez mais na moda biodiesel...Vamos aguardar e ver se emplaca! Tomara!08. OPO: C.Mais de Matemtica e outro importante ramo do conhecimento: bom senso!De fato, os motores Flex, bicombustvel, esto na moda. Creio que hoje se venda mais carros assim do que sa gasolina. A questo da economia reflete uma caracterstica dos dois combustveis. O lcool mais barato,mais rende menos, isto , o carro faz menos km / litro. A questo est um pouco defasada,tecnologicamente, e outro dia mesmo vi entrevista de um especialista dizendo que para os carros de hoje(12/03/2006) o multiplicador de 0,75, no mais 0,7.Compreendendo as contas, considerando, claro, o dado da questo, 0,7, se um carro Flex roda 10 Km com 1litro de gasolina, roda 0,7x10 = 7 km com 1 litro de lcool. Como o contrrio da multiplicao a diviso, seum carro roda 10 km com 1 litro de lcool, rodar 10 = 10 = 10 . 10 = 14,2 km com 1 litro de gasolina.0,77 71009. OPO: C.Interpretando o grfico, a maior eficincia, quer dizer, o menor gasto de Energia, por passageiro por quilmetro, dos nibus lotados tipo lata de sardinha, ocupao mxima! Metr, 6h20min numa segunda feira na estaoVenda Nova vem logo em seguida!Uma distrao leva a votar na letra A... Mas, distrao... Prof. Thiago Mirandao-mundo-da- o-mundo-da-fisica.blogspot.com 22. 22 Correo comentada ENEM 200501. OPO: A.Gostei desta questo: poderia se enquadrar em Geografia, tambm.Conhecimento ultra bsico: o sol nasce no leste!Segundo a questo, nasce direita dos meninos.A partir da, lembrar que o homem segue mandado pelo menino esquerda e vira duas vezes, esquerdatambm. Ilustrao:02. OPO: C.A velha cisma do ENEM com a Energia...Bom, ao puxar a corda do arco, ele se comporta como uma mola e acumula Energia Potencial Elstica. Esta,quando a corda solta, se transforma em Energia Cintica.Diga-se de passagem que mesmo para velocidade bem maiores, como das balas de fuzis, devesse compensara Gravidade sempre! Os atiradores de elite sambem disto, e miram mais para cima para compensar. Quantomais para cima, vai depender da distncia do tiro, ou do tempo em que a bala permanece caindo!03. OPO: D.Outra questo interessante! J vi esta experincia, mas nunca fiz emsala.Como comum em questes de Fsica, vamos analisar as foras queatuam na questo.Ao girar o peso, ele vai precisar de Fora Centrpeta FC, fornecidapela Trao T da corda, esta puxada pelo peso P da garrafa. 2A Fora Centrpeta dada por: FC = m v . RQuando a velocidade aumenta, a necessidadede ForaCentrpeta aumenta, e passa a ser maior que opeso P da garrafa, que ento sobe!04. OPO: E.Ah, sim, voltamos Energia!Melhor resolver em duas etapas: quantos KWh (KW vezes hora) se gasta nesta casa e depois quanto vaicustar a conta.Calculando o total de KWh num ms, aparelho por aparelho:Energia = 1,5 . 8 . 30 (dias) + 3,3 . 1 . 30 + 0,2 . 10 . 30 + 0,35 . 10 . 30 + 0.1 . 6 . 30 = 576 kwh 3Por fim, o preo: 576 . 0,4(R$) = R$ 230,40. Prof. Thiago Miranda o-mundo-da-o-mundo-da-fisica.blogspot.com 23. 23Cara a conta! Usa ar condicionado demais!05. OPO: B.Normal, Energia... J comentei sobre o GNV em prova anterior. E sei que no vou concordar com estaquesto! Aposto que um Economista ou um Administrador de Empresa vai concordar comigo!As contas podem ser feitas de vrias maneiras. Na outra questo que resolvi, fiz de um jeito.Vamos fazer de outro: calcular a economia ($$$$$$) por km rodado!Preo do km rodado para gasolina: R$ 2,20 (litro) = R$ 0,22 . Hoje (24/03/06): em BH o litro da gasolina custa 10 kmkmentre R$ 2,30 e R$ 2,45.Economia por km rodado: 0,22 - 0,091666 = R$0,128333/km rodado. T bo!Vamos ver em quanto tempo, com esta economia, se recupera os R$3.000,00 investidos.vPrimeiro, calculandoquantos km temos que rodar para economizar os 3 mil:3000 = 23 377 km. Parece muito, mas para quem roda pouco de carro!0,128333Agora, fechando: se o taxista roda 6.000km por ms, em cerca de 4 meses (pouco menos) rodar os maisde 23mil km!S que, ao comprar o kit gs, ele pode ser revendido, usado. Um kit gs usado sai hoje por cerca deR$1.500,00, dependendo do tamanho do bujo. Assim, em cerca de 4 meses, ele economiza os R$3.000,00 etem a mais o valor do kit usado: R$1.500,00!Ento, para igualar o investimento, a conta a ser feita deveria ser quanto tempo ele gasta paraeconomizar R$1.500,00, que a diferena entre o valor investido, R$3.000, e o valor do kit usado, que um bem, e deve ser computado como tal: R$1.500! Basta vender o kit por 1.500 que somado a mais1.500 de economia d os 3.000 investidos! Zero a zero!Logo, daria cerca de 2 meses apenas: metade do tempo considerado correto nesta questo pelos elaboradoresda prova, no que eu discordo! Inclusive tenho um carro a gs e em breve terei outro, ainda que a economiatenha diminudo em relao h uns dois anos atrs!06. OPO: A.O problema claro que o lixo radioativo, e a radioatividade dura milhares, muitas vezes milhes deanos! Alm de fazer mal ao ser humano!Pesquisas na rea tentam encontrar solues para o problema, como reaproveitar pelo menos parte dohamado lixo atmico novamente como combustvel nuclear, inclusive reduzindo o tempo para que ele se torneinofensivo e aumentando o rendimento do processo de gerao nuclear, pelo reaproveitamento.J indiquei links: quem quiser de novo, l vai.- http://www.eletronuclear.gov.br/sys/gp.asp;- http://www.eletronuclear.gov.br/sys/interna.asp?IdSecao=42&secao_mae=5 (interessante, vdeos!Mostram Angra, as Usinas, a piscina, etc);- http://www.cnen.gov.br/default2.asp; Prof. Thiago Mirandao-mundo-da- o-mundo-da-fisica.blogspot.com 24. 24 Correo comentada ENEM 200601. OPO: E.As fases da Lua so algo to comum e presente na vida diria que deveriam fazer parte do conhecimentocomum e geral! Mas, j notei em sala de aula que no fazem...Existe um macete que identificam as fases crescente e minguante: a Lua crescente quando lembra a letra C (como o caso da figura da questo) e minguante quando lembra a letra D (DECRESENTE). Veja a Lua minguandoabaixo direita... Simplesmente inverti a figura, embora no seja assim que avemos no cu.Nosso satlite cresce para ficar cheia! Pelo enunciado, em cada fase ela passapelo cu por 12 horas. Logo, para quem ainda no sabia, a Lua crescente nasceao meio dia e se pe meia noite. Nesta fase, ento, ela estar no ponto maisalto (a pino) por volta das 18 h, ou seis da tarde. Sugiro olhar as questes dasombra de 1999 e do eclipse de 2000, observando que no to incomum, noENEM, questes sobre os conceitos mais bsicos da Astronomia.Eu mesmo custei a entender as fases da Lua. Sugiro ver esquemas:- http://www.cdcc.sc.usp.br/cda/aprendendo-basico/fases-lunares/fases-lunares.htm (em 09/12/2006);- http://www.solarviews.com/cap/moon/vmoon2.htm (em 09/12/06, download de uma animao da visodas fases da Lua VISTA DO HEMISFRIO NORTE);- http://www.harcourtschool.com/activity/moon_phases/ (em 09/12/06, esquema animado das fasesvistas do PLO NORTE);- http://home.hiwaay.net/~krcool/Astro/moon/moonphase/ (em 09/12/06, esquema animado das fasesvistas do PLO NORTE). Muitas opes, deve haver melhores. Basta procurar na rede.02. OPO: B.Questo envolvendo o atual e importante tema do aquecimento global da Terra devido m atuao dohomem. Poluio decorrente das queimas: florestas, combustveis pelos carros, indstria, etc. O calor que vemdo Sol chega Terra e como no estamos encostados em nada nem envoltos em uma nuvem gasosaenglobando o espao ao nosso redor (do planeta), no conseguimos perder calor nem por conduo nem porconveco, apenas irradiando por ondas de volta ao espao. Nosso saldo tem sido positivo: ganhamos maiscalor do que conseguimos irradiar de volta. As conseqncias podem ser catastrficas!Como a questo forneceu os dados de maneira simples, inclusive nmeros a mais do que o necessrio para asoluo, o que confundiu uma poro de alunos, no nada complicada. Temos:22- 1,6 10 J de energia sobrando por ano;5- 3,2 10 J para derreter cada kg de gelo. Ento:Massa de gua derretida =energia total. Energia para derreter 1 kg 2222 5 16m = 1,6 . 10 = 0,5 . 10 = 5 . 10 kg53,2 . 103 12Mas, queremos a resposta em trilhes de toneladas! 1 ton = 10 kg. Trilho = 10 .15Assim, 1 trilho de toneladas = 10 kg! 1615Logo, 5.10 kg = 50.10 kg = 50 trilhes de toneladas !Envolve uma noo de ordem de grandeza.03. OPO: B.A questo Nuclear atual. Discute-se se o Brasil vai ou no construir a usina de Angra III. Alguns conhecidos enotrios ecologistas j defendem a energia nuclear como alternativa queima de combustvel como soluomenos poluente. H uma aula em PowerPoint, disponvel no meu site, www.fisicanovestibular.xpg.com.br ,sobre a gerao de energia nuclear. Alguns links, para quem quer saber mais sobre o tema, gerao deenergia nuclear, produo e enriquecimento de urnio, aplicaes diversas das radiaes em vrios ramos,etc:- CNEN, Comisso Nacional de Energia Nuclear, http://www.cnen.gov.br/default2.asp;- ELETRONUCLEAR: http://www.eletronuclear.gov.br/sys/gp.asp;- INB, Indstrias Nucleares do Brasil: http://www.inb.gov.br/;- NUCLEP: Nuclebras Equipamentos Pesados: http://www.nuclep.gov.br/.Prof. Thiago Mirandao-mundo-da-o-mundo-da-fisica.blogspot.com 25. 25 bom lembrar que o tema Nuclear apareceu tambm no ENEM de 2003, 2004 e 2005. Foi recorrente.A questo em si bem simples: porcentagem. Uma tonelada = 1.000 kg, e j apareceu esse mesmoconhecimento nesta prova. Temos 1,5 kg retirados em 1 ton:percentual = 1,5 = 0,15 = 15%. S isto. 1000 10004. OPO: C.Conhecimento geral ou comentrios do professor dentro de sala ajudariam, porm esta uma questo deinterpretao de texto, pura e simplesmente.O texto diz que na natureza a proporo de urnio fssil, quer dizer, utilizvel em reaes nas usinas, baixacomparada a outros tipos, istopos, de urnio (apenas cerca de 0,7 %). O texto no diz com esta palavra, mas necessrio enriquecer o urnio, aumentar a proporo do istopo fssil, Urnio-235, em relao ao no-fssil,Urnio-238, at 4 %. difcil enriquece urnio a 20 %, e assim Plutnio, subproduto de reaes nucleares nasusinas, utilizado para fabricao de bombas atmicas.Este o texto e a nica opo coerente com o que ele diz a C.05. OPO: E.Comentando cada afirmativa:I. Pelo quadro, Itaipu gera mais energia, mas a usina chinesa tem maior capacidade instalada.ERRADO.II. Claro que Itaipu mais eficiente, pois com menor capacidade instalada, gera mais que aoutra. CERTO.III. Com certeza, a razo potncia/rea maior para 3 Gargantas, pois tem maior potncia emmenor rea. Nem gasta calcular. CERTO.06. OPO: E.O carneiro muito interessante! Quem j o viu em funcionamento, na roa, fica intrigado, como eu fiquei! Comobombear gua a grandes alturas como ele faz aproveitando a energia da prpria gua?Eis alguns links que explicam e ensinam a fazer at com garrafas PET:- http://www.setelombas.com.br/2006/04/20/bomba-carneiro/ em 09/12/2006;- http://www.feiradeciencias.com.br/sala07/07_57.asp em 09/12/2006;- http://www.schou.dk/animation/ em 09/12/2006;A questo envolve a eficincia, cuja frmula eu no conhecia, mas foi fornecida. Calculamos ento a partir domximo e do mnimo volume da fonte e bombeado, fornecidos pela tabela. Veja:E1 = H . Vb = 4 . 120 = 0,66 = 66% h Vf 720E2 = H . Vb = 4 . 210 = 0,7 = 70% h Vf 1200Note que usamos os valores mximo e mnimo da vazo e da gua bombeada, e encontramos um rendimentoentre 66,6 e 70 %. O que no nada, nada ruim, pelo contrrio, pois gasta-se energia da prpria quedadgua, e no eltrica ou combustvel!Ento, o carneiro ecolgico e rende bem!07. OPO: D.Agora, vamos consultar a tabela: no h uma linha para h/H = 1/5 . Deve ser algo entre 1/6 e 1/4 .Vemos que isto d um mnimo de 80 litros bombeados para 1/6 e um mximo de 210 para 1/4 .Ento, algum valor neste intervalo, maior que 80 e menor que 210. S resta uma opo...08. OPO: E.No envolvesse uma das formas chamadas alternativas de energia esta questo seria classificada como dematemtica, tratando de razo e proporo. De qualquer forma, vamos corrigi-la, por que no?Vejamos os dados relevantes: 24 turbinas 240 MW 200 mil hab 10 % residencial domingo diminui 40 %.Diminuindo 40 %, se a demanda era a total, baixa para 240 MW 0,4.240 MW = 144 MW.Conferindo cada item:Prof. Thiago Miranda o-mundo-da- o-mundo-da-fisica.blogspot.com 26. 26I - 60 % de todas = 0,6.240 = 144 MW. Certo. Alis, claro que estaria: se a demanda diminui 40%, sobram60% do total.II - Metade no mximo = 120 MW + 20 % de 120 ( 20 % da outra metade) = 120 + 24 = 144 MW. Certo.III - 14 no mximo = 140 (afinal, 24 pra 240=10/cada) + 40 % de uma = 140 + 0,4.10 = 144 MW . Certo.09. OPO: B.Claro que se trata de uma questo de interesse da Geografia, porm como a questo energtica importantepara a Fsica, vou tratar desta e da prxima.Vamos classificar as energias e observar o grfico.Renovveis: cana, lenha e hidreltrica. No renovveis: petrleo, gs e carvo natural (mineral).Outras genrico, e a pode entrar Nuclear ou Elica, por exemplo. E seu percentual ainda no significativo.Olhando o grfico:Em 2002, comparado a 70, as energias no renovveis aumentaram a participao na matriz energticabrasileira. De fato, o uso de lenha e carvo diminuram at bastante, enquanto a hidreletricidade e o lcoolaumentaram sua participao, mas no na mesma proporo.10. OPO: C.Esta eu vou fazer por eliminao. No voto nos grficos A, B e E porque mostram aumentos no consumo delenha, o que no a tendncia nem faz sentido do ponto de vista do bom senso. No voto em D porqueapresenta aumentos muito significativos na participao do gs e de outras fontes de energia. No atendncia.Voto em C, que projeta um quadro mais estvel, com um pequeno aumento do uso de outras fontes, como obiodiesel que tanto se alardeia, e lcool, que por sinal entrou de vez na moda com os carros Flex. Este tipo dequesto sobre energia tem sido uma tendncia forte no ENEM.11. OPO: A.Transformaes de energia... A vela queimando, como toda queima, uma energia qumica. Por outro lado, amassa mais alta que vai descer por ser mais pesada uma energia potencial gravitacional, que induzmovimento, ou seja, energia cintica.12. OPO: D.Como se trata de um clculo de volume, tambm poderamos deixar esta para a Matemtica.Porm, a eclusa muito interessante! Na verdade, ela funciona como um vaso comunicante onde a guatende a ficar do mesmo nvel dos dois lados.Quanto ao volume, as dimenses foram dadas:V = a.b.c = 200.17.20 = 68.000 m3 .Prof. Thiago Mirandao-mundo-da-o-mundo-da-fisica.blogspot.com 27. 27Isto, esvaziando a uma vazo de 4.200 m3 / min leva a :tempo = volume = 68000 = 16,19 = 16 minvazo 420013. OPO: C.Eis uma questo que me enganou! Explico: ao bater os olhos, achei muitosimples dizer se as roldanas giram no sentido horrio ou anti-horrio.Lendo a questo, vi que as polias empurram a prancha de A para B e fiqueicom a ntida impresso de que o equipamento que freia, como a questo diz,tambm faz parte do conjunto de polias. Bem, descartei a letra A: todasfreando. Fiquei em dvida, ento, nas opes B, D e E que mostram as poliasacelerando e freando duas a duas, em distintas configuraes. E noconsegui decidir qual seria aparentemente melhor, pois me pareciamequivalentes! Quebrei a cabea!S assim resolvi voltar no enunciado e ler outra vez: Uma prancha demadeira empurrada pelas polias, no sentido A B....Ora, as polias apenas empurram a prancha! O tal mecanismo que freia notem nada a ver com elas! uma espcie de pegadinha! Ah, bom...Assim, fica fcil! Veja ao lado: para empurrar, as duas de cima devem girarno sentido anti-horrio e as de baixo no horrio. Pronto!Prof. Thiago Mirandao-mundo-da-o-mundo-da-fisica.blogspot.com 28. 28Correo comentada ENEM 200701. OPO: D.Esta questo no exatamente de Fsica... Mas, como PREVISTO e exaustivamente COMENTADOanteriormente, aborda uma fonte de ENERGIA que est na moda: o lcool. Na prova, h mais duas anterioressobre o mesmo tema. Embora as provas do ENEM sejam imprevisveis, esta questo, e as outras, sobre olcool, era previsvel, para o aluno que reflete sobre o mundo em que vive!Seguindo as opes, claro que na 4 existe a maior diversidade de atividades econmicas, para produzir,convenhamos, rapadura, no se emite mais carbono que nas outras opes, as alternativas 3 e 4 requeremno menor, mas maior conhecimento tecnolgico e nenhuma so consumo direto (chupar cana!).Todas as alternativas envolvem, sim, trabalho humano.02. OPO: D.O conceito e meia-vida, tempo que leva para reduzir pela metade, muito utilizado em Fsica Nuclear e umdos principais problemas do vulgarmente chamado lixo atmico, na verdade, rejeitos radioativos. Alguns dosprodutos de fisso nas usinas nucleares tm meia-vida de milhares de anos!Porm, aqui o conceito que leciono nas aulas foi utilizado para um simples antibitico, e comum.O valor da meia-vida de uma hora e o tempo decorrido na questo de 1,5 horas. Veja o esquema: 1,5 horas um ponto intermedirio, e s temos 35%. O grfico tambm mostra isto. Para quem quiser saber mais sobreos RADIOFRMACOS, recomendo:- Site do IEN Instituto de Engenharia Nuclear em 27/10/07;- Wikipedia: Radiofrmacos em 27/10/07.03. OPO: B.Outra questo previsvel, at porque tambm j foi cobrada em vestibulares e porque um dos grandes temasda humanidade atual o aquecimento global devido ao Efeito Estufa.Preto bom absorvedor de calor, a gua circula por conveco devido diferena de temperatura , a camadarefletiva no para armazenar, mas para refletir energia e nem vidro bom condutor.O fato que o vidro deixa a luz passar, mas evita a conveco do ar e mau condutor de calor, alm derefletir, na volta, a radiao infravermelha de maior comprimento de onda, reduzindo a perda de energia.Esta questo pode e com certeza vai aparecer em outras provas. Aprenda mais:- Efeito Estufa, Wikipdia, em 27/10/07.04. OPO: D.Embora se relacione Fsica, esta uma tpica questo de anlise de grficos. Para muitos alunos,ansiedade e nervosismo geram falta de ateno e a...O grande detalhe do grfico que o tempo no est em escala linear: assim no podemos associardiretamente tamanho com durao, no eixo X. preciso olhar, com ateno, sempre. Alis, eu mesmocostumo dizer aos alunos: a primeirssima coisa que se olha em um grfico do que ele trata e suaescala.Perturbaes por ondas de rdio no duram mais que tempestades magnticas, mas como veio logo na opoinicial muita gente vai marcar e mal olhar o resto... Eis a lerdeza!O plasma chega pouco mais de um dia depois delas e elas chegam junto com os raios X. Aps a chegada departculas de alta energia ainda ocorrem perturbaes por ondas de rdio.Mas, elas claramente duram mais que os raios X.05. OPO: B.Questo interessante. Envolve uma noo de tamanho relacionada ao movimento. Noes esto relacionadasnas competncias e habilidades da Fsica.Para estimar o tamanho do bicho devemos olhar o espao entre duas marcas. Afinal, conhecendo deanatomia saberemos estimar o tamanho das pernas e, inclusive, a velocidade do animal.06. OPO: A.Agora estamos num ponto da prova completamente previsvel desde os comentrios iniciais desta apostila: AENERGIA! O ENEM adora este tema!Questo simples, de converso de energia. O texto d a resposta: fala em movimento, energia cintica, emotor, energia eltrica. Aparato interessante esta mochila. Gostaria de saber quanto que ela pesa, paraavaliar quem que iria se animar a carregar um trem destes!Prof. Thiago Mirandao-mundo-da-o-mundo-da-fisica.blogspot.com 29. 2907. OPO: A.O lcool, enquanto biocombustvel, uma grande aposta para o futuro. No Brasil, j uma realidade: s sevende carro bicombustvel. Quem vai querer abastecer com gasolina se ele est custado 55% do preo dela(em BH, dia 27/10/07)?A questo traz o quadro que explica claramente a razo desta aposta: o lcool brasileiro mais barato, seubalano energtico positivo e rende mais por hectare!Veja como anda a produo mundial:Produo mundial de lcool, fonte http://www.biodieselbr.com/energia/alcool/etanol.htm (27/10/07).Produo e custo no Brasil, fonte http://www.biodieselbr.com/energia/alcool/etanol.htm (27/10/07).Vamos ver, em alguns anos, se o lcool realmente emplaca no mundo, mas h boas chances. E o Brasilpode lucrar muito com isto, claro!08. OPO: E.Toda prova grande, como est, deve equilibrar questes fceis, mdias e difceis. Convenhamos, esta dasfceis!Evidente que as 4 primeiras opes so queimas, favorecem o efeito estufa, enquanto ventos no,obviamente! D uma olhada no site Ambiente Brasil e veja alguns dados interessantes:ttp://www.ambientebrasil.com.br/composer.php3?base=./energia/index.html&conteudo=./energia/artigos/eolica.html;Prof. Thiago Mirandao-mundo-da-o-mundo-da-fisica.blogspot.com 30. 30http://www.ambientebrasil.com.br/composer.php3?base=./energia/index.html&conteudo=./energia/artigos/resumobrasil.html.09. OPO: D.Questo interpretativa. Embora cite eletricidade, est mais para interpretao, mesmo.O grfico no mostra nenhuma relao bvia entre consumo de energia e de gua, nem direta, nem inversa.Poderamos sim, adotar um critrio de eficincia baseado no texto e no menor consumo de ambos os insumos.Talvez, a razo entre o consumo de gua e de energia. Fiz as contas. Vejamos:Mquina I IIIIIIV VConsumo (litros/kWh) 61,6 105,7 117,5 141,0 178,0Tente encontrar argumentos para provar que esta razo no um bom critrio, de acordo com o texto.A nica coisa que conclumos, pelos grficos, que quem consome menos energia no gasta menos gua. Es!Prof. Thiago Miranda o-mundo-da- o-mundo-da-fisica.blogspot.com 31. 31Correo comentada ENEM 200801. OPO: D.Questo depende mais de interpretao do que de Noes de Astronomia. Porm, quero corrigir, pois interessante. Veja o YouTube: http://www.youtube.com/watch?v=iCtyh1nxVn8 .I. CERTO. O texto diz indica o incio do inverno.II. CERTO. Est l: utilizam o Cutuxu para se orientar. Quantos aos outros povos, faz parte da cultura geral.Veja o que diz a Wikipedia sobre o Cruzeiro do Sul: apontam para um ponto imaginrio afastado 3 do plo sulceleste. Link: http://pt.wikipedia.org/wiki/Crux .III. CERTO. ...o Cutuxu segura a cabea da ave. Est no texto...IV. ERRADO. Basta olhar a figura de baixo: rion est fora da Ema. limitada pelas constelaes deEscorpio e do Cruzeiro do Sul.Embora simples, questo bacana e diferente.02. OPO: D.O diagrama tem relao com o chamado Efeito Estufa e, claro, com o aquecimento global. Logo, muitos alunosdevem t-lo visto em sala de aula. Lembro-me de ensin-lo no Curso (Superior) de Ecologia, e os alunosdisseram j ter visto em outras disciplinas. Como tem a ver com a energia solar, se relaciona com a Fsica.Porm, Geografia, tambm. E, ao conhecimento geral de um assunto bvio e atual como este. Vou comentarcada opo.(A) No. Veja que parte refletida sem nem chegar atmosfera e da que chega a maior parte irradiada devolta. Retida significa permanecer, o que no ocorre, a radiao volta ao espao.(B) No. Mais claro ainda: 30 % < 50 %. Alis, o diagrama no mostra reflexo no solo.(C) No. Somente 20 %, pelo diagrama.(D) Sim: pelos processos III, IV e V do diagrama!(E) No: 64 % > 6 %.03. OPO: E.Pode at ser que o aluno, apressado e nervoso com a prova, confunda com processo de nmero IV,conveco, que at tem a ver com a chuva. Porm, o processo V bem explcito: formao de vapor dgua!Ora, chuva...04. OPO: C.tima questo, tambm! Se enquadrar apenas em anlise de grfico, fica com a Matemtica. Mas toca naemisso de luz por uma lmpada e a figura traz uma faixa do espectro eletromagntico.Logo, da Fsica.E, sua resposta tem a ver com a rea sob ogrfico, to trabalhada em sala de aula!O princpio bsico da Integral, do Clculo. Muitoboa mesmo!A soluo contar os quadradinhos e estimaras partes dos que no estiverem inteiros sob acurva. Veja abaixo. Literalmente contando osquadradinhos.EVisivel =4,6 = 4,6 = 0,25 = 25 %Etotal 4,6 + 13,5 18,1Nem precisava tanto capricho na contagem!05. OPO: D.Falar da Energia Nuclear, no ENEM, no novidade. E a Geotrmica uma das energias alternativas muitocitadas pelos verdes, at aproveitada nos pases que a possuem em escala comercialmente vivel. Prof. Thiago Miranda o-mundo-da-o-mundo-da-fisica.blogspot.com 32. 32Lembro-me de uma reportagem (com vdeo) no Jornal Nacional sobre isto, neste ano... Recomendo um vdeobsico sobre a nuclear, da ELETRONUCLEAR, no YouTube:http://www.youtube.com/watch?v=p1OFiEyd7HQ&eurl=http://www.eletronuclear.gov.br/professores/detalhe_video.php?id_video=2 .A nica coisa em comum das duas energias transformar calor em eletricidade. S que, na nuclear, o calorvem das reaes nucleares e na geotrmica das profundezas da Terra! E ambas usam o calor para gerar vapordgua em alta presso para mover turbinas: cintica!06. OPO: E.Todas as questes que envolvem a matriz energtica eu considero importantes no para a Fsica, mas para oBrasil e os brasileiros. Assim, comento esta como j comentei muitas outras. Energia um problema, maspode ser a soluo de vrios problemas no nosso pas. E tem sido tratada com muita seriedade pelo atualgoverno. Depois do famigerado apago de 2001 na era FHC, fruto de um misto de descaso completo eincompetncia absoluta, e de conseqncias graves para a economia que encolheu e para o povo, que pagouo pato. As trs questes seguintes da prova tratam da energia. Porm, vou deix-las de fora, mas recomendoseu estudo pelo aluno, por envolverem mais aspectos geopolticos, econmicos e ambientais, alm daQumica.O prprio texto j fala dos altos custos de minerao e, claro, o processo muito degradante ao ambiente, daos altos custos na recuperao de terrenos minerados. Mas cita a vantagem do leo leve.Tambm j vi reportagens a respeito. Como todas as fontes alternativas de energia, a questo do xisto estratgica, pois todos vimos o petrleo chegar a US$144,00 o barril, agora baixar para US$74,00 no auge dacrise causada pelos EUA e ningum, nem sequer o mais bem informado analista, sabe no que que tudo istovai dar... Este o problema: ainda que tenhamos as reservas pr-sal, quanto custa o petrleo, e quantocustar? estratgico diversificar a matriz energtica brasileira, com destaque para os biocombustveis e aenergia nuclear. Fora que, devido grande reserva de xisto, no h porque no explor-la, claro, cuidando dosgraves impactos ambientais que esta explorao provoca.07. OPO: E.Eis o APAGO! De fato, a economia de energia foi rpida e grande porque foi obrigatria! A, no tem jeito,mesmo!Mas, a questo simples, basta olhar o grfico: o consumo baixa em 2000 e 2001.Prof. Thiago Mirandao-mundo-da-o-mundo-da-fisica.blogspot.com 33. 3308. OPO: C.Novamente, a resposta est no grfico.Em 30 anos, 75 a 2005, o aumento foi de 305.Mais 30 anos, at 2035, mais 305 com 375 que j tem do 680 ! Afinal, como o texto diz, um aumentolinear...09. OPO B.Como se v, a prova deitou e rolou no tema ENERGIA. Como canso de avisar em sala... Bem ao estilo doENEM, a resposta est l, escrita no texto: ... usina mais barata e eficiente: a hidreltrica... hidreltrica ...US$100 ... parques elicos ... US$2.000 ... .A resposta clara OPO B, mas convm comentar vrios aspectos que o texto no aborda e so muitorelevantes.Primeiramente, estima-se que o potencial hidrulico brasileiro se esgote em 2030. Ento, teremos que partirpara outras fontes. Alm disto, a energia elica no confivel, pois simplesmente o vento pode parar, omundo no! No que ela no seja uma alternativa, e o parque elico de Osrio j foi o maior do mundo, s nopode ser a nica! Da a diversificao com energia nuclear, biomassa, biocombustveis, etc. E, o preoprojetado da energia futura torna a elica mais competitiva, como tambm a nuclear. Investimentos estosendo feitos nestas duas energias.O grande problema da energia elica , de fato, a segurana energtica.10. OPO: C.Questo interessante sobre noes de Cinemtica, particularmente Velocidade. Basicamente, a pergunta :para percorrer 10 km, quanto tempo se gasta dependendo do meio de locomoo?Algumas opes so absurdas, como demorar 2 semanas de carroa, ou 2 dias de carro!2 segundos de avio tambm muito, pois s uma hora tem 3600 s, o que daria, 5 km/s 18.000 km/h! Que avio , heim! S no espao!De bicicleta, 10 km em 2 min daria 300 km/h! Basta lembrar que, na Frmula 1, nem os carros fazem isto develocidade mdia.Assim, o grfico representa a caminhada, por sinal at tranqila, de algum que andou 10 km, normal, empouco mais de 2 horas...11. OPO: C.De fato, os fractais tm muita aplicao, na Fsica, Biologia, Geografia, etc... Veja algumas figurasinteressantes tiradas do Google images: Prof. Thiago Miranda o-mundo-da-o-mundo-da-fisica.blogspot.com 34. 34Quanto questo, veja a lgica a partir das figuras 1 e 2: para cada tringulo preto, substitui-se por trs pretoscom metade do lado e um branco no meio... No chega a picar tanto quanto A e B nem tira o negativo como De E.12. OPO: E.Noo, agora de Tempo, algo fundamental! Como j fiz muitas questes e leio muita coisa, tenho certeza deque j vi uma questo neste estilo, mas no me lembro onde, evidentemente. E, quanto ao calendrio, tambmno inveno da prova: tenho certeza de que j vi esta comparao...O texto claro: 24 dias do calendrio csmico equivaleriam a cerca de 1 bilho de anos reais. E h quanto otempo o homem habitava as cavernas e fazia pinturas rupestres? Para no ir longe, aqui em Minas h vrias!Datadas entre 2.000 e 10.000 anos... No mximo, no as pinturas, que no podem ser datadas, mas osindcios encontrados sugerem que datam de poucas dezenas de milhares de anos... Ora, 104 para 1 bi = 109 muito pouco... Logo, na escala da questo, elas so super recentes!Ns, o homem, super recente! Lembre-se dos dinossauros, muito mais antigos! Aproveite e veja algumaspinturas brasileiras cujas fotos tirei do Google imagens.Representao de caa encontrada no Rio Grande do Norte: uma das mais antigas pinturas rupestresdo mundo Prof. Thiago Mirandao-mundo-da- o-mundo-da-fisica.blogspot.com