Profª Karina Oliveira Bezerra 1ª aula.  Do grego...

Click here to load reader

download Profª Karina Oliveira Bezerra 1ª aula.  Do grego ἄνθρωπος, transl. anthropos, "homem"  λόγος, logos, "razão"/"pensamento"/"discurso"/"estudo”  É a

of 18

  • date post

    22-Apr-2015
  • Category

    Documents

  • view

    102
  • download

    0

Embed Size (px)

Transcript of Profª Karina Oliveira Bezerra 1ª aula.  Do grego...

  • Slide 1
  • Prof Karina Oliveira Bezerra 1 aula
  • Slide 2
  • Do grego , transl. anthropos, "homem" , logos, "razo"/"pensamento"/"discurso"/"estudo a cincia que tem como objeto o estudo sobre o homem e a humanidade de maneira totalizante, ou seja, abrangendo todas as suas dimenses Ou seja, o estudo do homem como ser biolgico, social e cultural.
  • Slide 3
  • Antropologia Fsica (ou Biolgica) Estuda o ser humano na sua natureza e na sua condio fsica. Procura compreend-lo nas suas origens, no seu processo evolutivo, na sua estrutura anatmica, bem como nos seus processos fisiolgicos e biolgicos. aspectos genticos e biolgicos do homem. estuda os mecanismos de evoluo biolgica, herana gentica, adaptabilidade e variabilidade humana, primatologia e o registo fssil da evoluo humana.
  • Slide 4
  • Antropologia Socio-Cultural Estuda o ser humano enquanto fazedor de cultura. O seu principal objetivo compreender os relacionamentos humanos, os comportamentos tanto instintivos como aqueles adquiridos pela aprendizagem, sem deixar de analisar os aspectos biolgicos que contribuem para o desenvolvimento das capacidades culturais dos seres humanos. Portanto, seu objetivo conhecer o ser humano enquanto capaz de criar o seu meio ou ambiente cultural atravs de formas bem diferenciadas de comportamento.
  • Slide 5
  • Antropologia Socio-Cultural Lingustica - Esse ramo procura compreender a comunicao humana e a influncia da lngua no processo de reconhecimento do mundo, de cognio, de relacionamento socio-cultural e tambm na afetividade. Arqueologia - condies de existncia dos grupos humanos desaparecidos. A Arqueologia que tem como objeto o estudo das culturas extintas que viveram em pocas, em tempos e em lugares diferentes, de modo particular as que no deixaram documentos escritos. Etnografia se ocupa com a descrio das sociedades humanas por meio da observao e da anlise dos grupos sociais, tentando, na medida do possvel, fazer a reconstituio fiel de suas vidas. De um modo geral a Etnografia se ocupa com as culturas simples, denominadas primitivas ou grafas (no possuidoras de escrita). Etnologia que, utilizando os dados coletados e oferecidos pela Etnografia, procura fazer a anlise, interpretao e comparao das diversas culturas pesquisadas, tentando perceber as semelhanas e diferenas entre elas. Antropologia Social - organizao social e poltica, parentesco, instituies sociais. Antropologia Cultural - sistemas simblicos, religio, comportamento.
  • Slide 6
  • Slide 7
  • Pr-histria Designa tudo o que se passou desde o aparecimento do primeiro ser com postura ereta, at o tempo em que surgi a escrita.
  • Slide 8
  • 2 MILHES DE ANOS ESTENDENDO-SE AT CERCA DE. 10.000A.C O indicio mais antigo de prtica relacionada religio do homem e mulher pr-histrico, o sepultamento. Que esta intimamente ligada, as fontes mais antigas e numerosas da pr-histria, que so as ossadas.
  • Slide 9
  • OFERENDAS DE ALIMENTOS E DIVERSOS OBJETOS DE ADORNO COMO COLARES, SO ENCONTRADOS DEPOSITADOS EM TMULOS. ENCONTRARAM TAMBM, CUIDADOSAMENTE DISPOSTAS EM TORNO E SOBRE OS CADVERES, CONCHAS DE MOLUSCOS.
  • Slide 10
  • PALEOLTICO SUPERIOR (40 - 30 000 AT 10 - 8 000 A.C.). GRUTAS/SANTURIOS
  • Slide 11
  • Slide 12
  • Vnus de Willendorf, 22000 24 000 anos. Est esculpida em calcrio ooltico, material que no existe na regio, e colorido com ocre vermelho. Vnus de Brassempouy, 30.000 anos. Acredita-se que na pr-histria tinha os lbios e olhos pintados, j que se foram encontrados vestgios de pintura nestas regies. Vnus de Laussel Dama e o Corne, 23000 a 20000 a.c. Vnus Kostenki, Russia, 30000 15000 a.C. Esculpida em marfim de mamute. 40.000 - Marfim de mamute
  • Slide 13
  • Slide 14
  • NEOLTICO: REVOLUO AGRCOLA 9.000 -4.000 atal hyk: 6.500ac
  • Slide 15
  • Os amantes de Gumelnita (segunda metade do V milnio a.C.) Gumelnita (Romnia) 9.000 4.000 Deus Itiflico * com mscara de pssaro (aproximadamente segunda metade do V milnio a.C.). Deusa do Parto Catal Hyk (Anatolia, Turqua). Deusa Neoltica Egpcia (aproximadamente final do V milnio a.C.)
  • Slide 16
  • Slide 17
  • Slide 18
  • Filme: Guerra do fogo