Apresentação sobre Demócrito de Abdera

Click here to load reader

  • date post

    25-Jul-2015
  • Category

    Education

  • view

    95
  • download

    4

Embed Size (px)

Transcript of Apresentação sobre Demócrito de Abdera

DEMCRITO

DEMCRITO

VIDA E OBRADemcrito de Abdera(emgrego antigo:,Dmokritos, "escolhido do povo";ca.460 a.C.370 a.C.) nasceu na cidade deAbdera (Trcia),1e tradicionalmente considerado umfilsofo pr-socrtico. Cronologicamente um erro, j que foi contemporneo deScratese, alm disso, do ponto de vista filosfico, a maior parte de suas obras (segundo adoxografia) tratou da tica e no apenas daphysis(cujo estudo caracterizava os pr-socrticos).

Demcrito foi discpulo e depois sucessor deLeucipo de Mileto. A fama de Demcrito decorre do fato de ele ter sido o maior expoente da teoria atmica ou do atomismo. De acordo com essa teoria, tudo o que existe composto por elementos indivisveis chamados tomos (do grego, "a", negao e "tomo", divisvel.tomo= indivisvel). No h certeza se a teoria foi concebida por ele ou por seu mestre Leucipo, e a ligao estreita entre ambos dificulta a identificao do que foi pensado por um ou por outro. Todavia, parece no haver dvidas de ter sido Demcrito quem de fato sistematizou o pensamento e a teoria atomista. Demcrito avanou tambm o conceito de um universo infinito, onde existem muitos outros mundos como o nosso.

Embora amplamente ignorado emAtenasdurante sua vida, a obra de Demcrito foi bastante conhecida porAristteles, que a comentou extensivamente. famosa a anedota de quePlatodetestava tanto Demcrito que queria que todos os seus livros fossem queimados.23H anedotas segundo as quais Demcrito ria e gargalhava de tudo e dizia que o riso torna sbio,45o que o levou a ser conhecido, durante orenascimento, como "o filsofo que ri".Na Grcia antiga,Protgoras de Abderateria sido seu discpulo direto6e, posteriormente, o principal filsofo influenciado por ele foiEpicuro. No renascimento muitas de suas ideias foram aceitas (por exemplo,Giordano Bruno), e tiveram um papel importante durante oiluminismo. Muitos consideram que Demcrito "o pai da cincia moderna".

FILOSOFIAAristtelesdiz que o raciocnio que guiou Demcrito (e Leucipo) para afirmar a existncia dos tomos foi o seguinte:89o movimento pressupe ovaziono qual a matriase desloca, mas se a matria se dividisse em partes sempre menores infinitamente no vazio, ela no teria consistncia, nada poderia se formar porque nada poderia surgir da diluio sempre cada vez mais infinitamente profunda da matria no vazio. Da concluiu que, para explicar a existncia do mundo tal como o conhecemos, a diviso da matria no pode ser infinita, isto , que h um limite indivisvel, o tomo. "H apenas tomos e vazio", disse ele. Observando um raio de sol que penetrou numa fresta de um recinto escuro, Demcrito viu partculas de poeira num movimento de turbilho, levando-o ideia de que os tomos (os indivisveis da matria) se comportariam da mesma maneira, colidindo aleatoriamente, alguns se aglomerando, outros se dispersando, outros ainda nunca se juntando com outro tomo.

O vazio e o turbilho de tomos

Para Demcrito, ocosmos(o Universo e tudo o que nele existe) formado por um turbilho de infinitos tomosde diversos formatos que jorram ao acaso e se chocam. Com o tempo, alguns se unem por suas caractersticas (s vezes, as formas dos tomos coincidentemente se encaixam to bem como peas de quebra-cabea) e muitos outros se chocam sem formar nada (porque as formas no se encaixam ou se encaixam fracamente). Dessa maneira, alguns conjuntos de tomos que se aglomeram tomam consistncia e formam todas as coisas que conhecemos, que depois se dissolvem no mesmo movimento turbilhonar dos tomos do qual surgiram.

OBRASDemcrito foi um escritor prolfico eDigenes Larcioo menciona como autor de cerca de noventa obras. Dentre estas, destacam-se:Pequena ordem do mundo;Da forma;Do entendimento;Do bom nimo;Preceitos.No entanto, nenhuma obra de Demcrito sobreviveu at os tempos presente. Assim, tudo o que se sabe dele vem de citaes e comentrios de outros autores. Portanto, de sua imensa obra s restaram fragmentos (que totalizam 300) de suas teorias. A coletnea de fragmentos mais conhecida a organizada por Hermann Alexander Diels, em sua obraDie Fragmente der Vorsokratiker(Os Fragmentos dos Pr-socrticos).

Sobre a agressividade"Toda belicosidade insensata; pois enquanto se busca prejudicar o inimigo, esquecemos o nosso prprio interesse.Contra a educao autoritria"Melhor (educador) para a virtude mostrar-se- aquele que usar o encorajamento e a palavra persuasiva, do que o que se servir da lei e da coero. Pois quem evita o injusto apenas por temor a lei, provavelmente cometer o mal em segredo; quem, ao contrario, for levado ao dever pela convico, provavelmente no cometer o injusto nem em segredo nem abertamente, Por isto, quem agir corretamente com compreenso e entendimento, mostrar-se- corajoso e correto de pensamento."

Alguns fragmentos ticos

FIM